Crimes

Baleado em troca de tiros com a polícia não resiste e morre no hospital

Patati foi atendido pelo SAMU 192 e depois encaminhado ao hospital de Eunápolis, mas não resistiu aos ferimentos e morreu cerca de 4 horas depois.

Redação Rastro101
06/10/2015 por Redação, atualizado em 06/10/2015 às 14h20 por Redação

Patati não resistiu aos ferimentos e morreu cerca de duas horas depois de ter dado entrada no hospital. (Foto: Via41 e arquivo Rastro101)Patati não resistiu aos ferimentos e morreu cerca de 4 horas depois de ter dado entrada no hospital. (Foto: Via41 e arquivo Rastro101)

Thierre da Cunha Ribeiro, 19 anos, natural de Porto Seguro, mais conhecido como "Patati", não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital em Eunápolis após troca de tiros com a polícia. Ele e mais duas pessoas já estavam sendo monitoradas pela polícia de Itagimirim, e após uma perseguição, resistiu à prisão e trocou tiros com a PM.

A polícia não informou que pelo menos cinco disparos foram feitos, mas não precisou a quantidade nem a localização dos tiros que acertaram o suspeito. "Patati" chegou a ser atendido por uma unidade móvel do SAMU 192 e encaminhado ao hospital de Eunápolis, mas morreu após o procedimento cirúrgico.

De acordo com o Capitão Marcos Laurentino, comandante da operação, Patati é suspeito de vários crimes na cidade de Itagimirim e na região. Ele também é um dos suspeitos pela morte de André Ferraz, executado com tiros na cabeça no final do mês anterior.

Álbum de imagens

Link curto: http://bit.ly/2qruzBM

TÓPICOS:
Tiros Polícia Suspeito Crime Perseguição

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu