Geral

Macron diz que Ucrânia vai ter que negociar com a Rússia em algum momento

O presidente da França é alvo de críticas do país ucraniano e de seus aliados no Leste Europeu, que o veem como um apoiador ambíguo

Rastro101
Com informações do site O Tempo

15/06/2022 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoO presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta quarta-feira (15) que seu homólogo ucraniano, Volodimir Zelenski, em algum momento terá que negociar com a Rússia para encerrar a guerra entre os dois países.

A fala, que pressupõe algum nível de resistência da Ucrânia em negociar com Moscou, reforça a postura do francês que já foi alvo de críticas de Kiev e de seus aliados no Leste Europeu, que veem em Macron um apoiador ambíguo.

O francês, porém, também pediu que a Europa tenha novas conversas aprofundadas com a Ucrânia. Estamos em um momento em que precisamos enviar sinais políticos claros, nós como União Europeia, sobre a Ucrânia e o povo ucraniano, em um contexto em que eles resistem heroicamente há vários meses.

Macron chegou à Romênia na noite desta terça-feira (14). Dormiu em uma barraca com os soldados em uma base da Otan no país e, pela manhã, correu com os militares.

A previsão é que ele viaje depois para a Moldova e, segundo fontes diplomáticas, para Kiev. 

A visita à Ucrânia ainda não foi confirmada pelo Palácio do Eliseu, mas especula-se que Macron vai se encontrar com o alemão Olaf Scholz e com o italiano Mario Draghi na capital ucraniana na quinta-feira (16). (AFP)

Link curto: https://bit.ly/3xwPSEC

TÓPICOS:
Guerra Na Europa

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu