Geral

Caraíva: policial mineiro de férias atira em pedreiro e é gravemente espancado por moradores

Segundo testemunhas, policial e amigo consumiam bebida alcoólica próximo a local onde pedreiro trabalhava

.

Radar64
04/03/2022 por RADAR64

Divulgação/Radar64Divulgação/Radar64

Uma confusão resultou em três pessoas feridas, na noite de quarta-feira (02), no distrito de Caraíva, Litoral Sul de Porto Seguro. A reportagem do RADAR 64 apurou que, durante discussão em uma rua, o investigador da Polícia Civil de Minas Gerais Gabriel Bacha Júnior, 53 anos, em férias no lugarejo, sacou uma pistola 9 mm e efetuou um disparo, que atingiu o braço do pedreiro Wilke Queiroz Silva, 22 anos, que realizava uma obra no local.


Depois do tiro, um grupo de moradores passou a agredir fisicamente o policial e um amigo dele, ainda não identificado. A polícia encontrou o investigador e o amigo desacordados e gravemente feridos.


Segundo pessoas que presenciaram a confusão, desde mais cedo o policial e o amigo estavam consumindo bebida alcoólica próximo ao local onde Wilke Queiroz realizava o serviço e, por um motivo que a polícia ainda investiga, iniciou-se a confusão.


Pedreiro que trabalhava no local foi atingido por tiro no braço

Os dois amigos foram encaminhados ao Hospital Luís Eduardo Magalhães, com diversas lesões, sobretudo na cabeça. Já o morador Wilke Queiroz fraturou um dos braços e recebeu os primeiros atendimentos na UPA de Trancoso, sendo posteriormente transferido para o mesmo hospital, pois precisaria passar por cirurgia.


Os próprios moradores tomaram a arma do investigador e a entregaram para a polícial


O delegado que investiga o caso informou que ainda não conseguiu ouvir nenhum dos três envolvidos. Testemunhas também devem ser intimadas a depor.


Ainda segundo levantou o RADAR 64, o policial possui um sítio em Caraíva e costuma passar férias no local.




.


Link curto: https://bit.ly/3tv06na

TÓPICOS:
Radar64

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu