Geral

Interior lucra com cancelamento do Carnaval de Belo Horizonte

Destinos como Ouro Preto, Diamantina e Tiradentes devem absorver foliões, diz entidade

Rastro101
Com informações do site O Tempo

15/02/2022 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoMesmo com o cancelamento dos desfiles de blocos de rua no Carnaval deste ano, as cidades históricas de Minas Gerais devem observar uma intensa movimentação de turistas durante os dias de folia. Municípios como Ouro Preto, Diamantina e Tiradentes esperam atrair um número relevante de turistas, segundo previsão da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav).

A migração para o interior, lembrando o que ocorria até meados de 2015 no Estado, deriva da ausência de cortejos urbanos neste ano em Belo Horizonte. A capital, no entanto, terá ao menos três grandes eventos particulares, que foram autorizados pela Prefeitura, entre os dias reservados à festa de Momo – 25 de fevereiro a 1 de março. Mas, apesar da programação que vai trazer artistas de renome à cidade, os setores de serviços turísticos não esperam grande movimentação de turistas.

O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares de BH (SindiHBares), Paulo Cesar Pedrosa, diz que a taxa de ocupação nos estabelecimentos de hospedagem deve ficar em torno de 30% durante o Carnaval. “Em novembro, dezembro, a gente tinha uma expectativa de 1 milhão de turistas, mas hoje eu não falo nem em 500 mil pessoas. Nos hotéis, não tem praticamente nenhuma reserva”, indica Pedrosa.

Para ele, a alta na transmissão da Covid-19, neste início de ano, impactou na baixa movimentação, que já era esperada com a falta de apoio da Prefeitura de BH à realização dos desfiles. “Foi um banho de água fria essa nova onda. A gente havia começado em 2021 a retomar o movimento, inclusive fazendo contratações, mas agora estagnou”, acrescenta.

Outros destinos. A realidade vivenciada pelo setor hoteleiro em Belo Horizonte difere do esperado pela Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav). A entidade diz que o cenário da pandemia faz com que as pessoas busquem o turismo natural. 

Neste contexto, as cidades históricas de Minas devem registrar movimentação relevante de visitantes no Carnaval, aposta o vice-presidente da Abav, Alexandre Brandão. “A movimentação está boa principalmente nas cidades do entorno de Belo Horizonte. Esse cancelamento de desfiles foi bom para esses locais”, explica.

Além dos destinos históricos, ele também aposta em muitas viagens para a região da Serra do Cipó e demais municípios que têm atrativos ecoturísticos. No caso dos mineiros que vão deixar o Estado, ele diz que os principais destino são cidades do Nordeste do país. “Até o Carnaval, vamos chegar a quase 800 voos por semana no Aeroporto de Confins. Antes da pandemia eram 900 voos, então já temos mais de 90% da malha aérea recuperada”, comemora Brandão.

Municípios querem evitar aglomerações e focam ecoturismo

De acordo com a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais, as prefeituras têm trabalhado atividades de turismo que dispensam a aglomeração de foliões. A entidade já havia divulgado, em dezembro do ano passado, que os municípios integrantes do movimento optaram pelo cancelamento dos desfiles de blocos e escolas de samba, em decorrência da Covid-19.

“As cidades históricas têm trabalhado com afinco na divulgação do turismo que foge à aglomeração, focado principalmente em atividades em áreas abertas, como o turismo de aventuras, de belezas naturais e de esporte radicais”, aponta o presidente da associação e prefeito de Itapecerica, Wirley Reis. Na região metropolitana de Belo Horizonte, as prefeituras de Nova Lima e Sabará informaram que eventos carnavalescos, de qualquer natureza, seguem proibidos.

Em Lagoa Santa, a administração municipal afirmou que as festas públicas estão canceladas. Shows e demais eventos particulares estão sob avaliação do Executivo. A reportagem também questionou a prefeitura de Santa Luzia que não se manifestou.

Link curto: https://bit.ly/3gKBFfh

TÓPICOS:
Cidades Históricas

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu