Economia

Pequenos negócios baianos contrataram 188% a mais que em 2017

Saldo foi registrado no primeiro semestre, segundo estudo do Sebrae, com base em dados do Caged

Agência Sebrae de Notícias Bahia
06/08/2018 por Redação, atualizado em 06/08/2018 às 09h45 por Redação

Média brasileira de janeiro a junho foi 45% maior que em 2017. (Sebrae/divulgação)Média brasileira de janeiro a junho foi 45% maior que em 2017. (Sebrae/divulgação)O primeiro semestre de 2017 foi bom para as micro e pequenas empresas (MPE) baianas, que fecharam o período com um saldo positivo de 4.821 empregos gerados. Mas um levantamento do Sebrae, com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, mostra que o período foi ainda melhor este ano: os pequenos negócios do estado geraram surpreendentes 13.921 vagas, quase três vezes mais empregos que no mesmo período de 2017. O crescimento, de 188%, merece ainda mais destaque se comparado à média brasileira de janeiro a junho, que foi 45% maior que em 2017.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
Segundo o gerente regional do Sebrae em Teixeira de Freitas, Alex Brito, os resultados registrados comprovaram a perseverança e capacidade de desenvolvimento do empresário baiano. “O empreendedor acaba dando impulso à nossa economia em todos os setores, gerando emprego e oportunizando a inserção de profissionais no mercado de trabalho com mais vagas disponíveis”, disse.

Link curto: http://bit.ly/2KwZQeD

TÓPICOS:
Empregos pequenos Negócios sebrae

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu