Menu

MENU

Início Notícias Agenda Contato
PUBLICIDADE

Publicado: 25/01/2016, por Redação Atualizado: 25/01/2016 às 17h24, por Redação

Geral

Moradores de Itagimirim reclamam da água com cor escura nos últimos dias

De acordo com a Embasa, o nível de concentração de ferro que chega até as torneiras das casas está muito elevado.

Redação Rastro101

Teor de ferro está muito elevado. (Foto: Rastro101)Teor de ferro está muito elevado. (Foto: Rastro101)

Os moradores do município de Itagimirim, no sul da Bahia, estão preocupados com a qualidade da água que chega nas torneiras de suas residências nos últimos dias. Muitos moradores reclamam que a água fica totalmente escura depois que é adicionado algum produto químico, como o cloro, por exemplo.

De acordo com o gerente local da Embasa, Ramildo Camilo, o problema está acontecendo porque durante a última estiagem, o nível de concentração de ferro se acumulou na vegetação rasteira ao longo do leito do rio. Com as fortes chuvas dos últimos dias, todo esse ferro foi arrastado e ficou concentrado no reservatório de captação de água. "O nível de ferro que ficava entre 0,6 e 0,8, chegou a 1,8", informou.

Ramildo informou que é preciso evitar a adição de qualquer produto que possa entrar em reação com o ferro na água, principalmente produtos com cloro. Ramildo ressaltou que já havia entrado em contato com dois laboratórios em Eunápolis, que informaram que a água pode ser consumida normalmente sem problema algum.

A psicóloga Stéfane Stolze, moradora de Itagimirim, gravou um vídeo e postou nas redes sociais (Veja o vídeo). O vídeo mostra em tempo real como a água ficava após colocar cloro. Ela achou que o problema era com sua máquina, que estava manchando as roupas, mas depois descobriu que era a água.

Vídeo feito pela psicóloga mostra o processo de reação química. (Divulgação)Vídeo feito pela psicóloga mostra o processo de reação química. (Divulgação)

Em nota enviada pela embasa informa que a empresa está empenhada em solucionar o transtorno e o problema será resolvido nas próximas horas. Os técnicos estão realizando o processo de reação química assim que a água chega no primeiro reservatório na estação de tratamento, e depois disso, passa pelos processos normais de purificação da água. Ainda de acordo com a nota, somente a estética da água está prejudicada, mas não existe nenhuma restrição quanto ao uso doméstico, devendo evitar apenas a adição dos produtos com cloro, até que o problema seja resolvido.


Nosso número do WhatsApp: (73) 9 9910-1023
Através de nosso canal no WhatsApp, você poderá enviar perguntas, sugestões, relatos, além de áudio, fotos ou vídeos que poderão virar notícia no site após apuração de nossa equipe. Fique ligado com a redação do RASTRO101!

Comunicar erro na matéria

COMUNICAR ERRO

Este espaço destina-se apenas à comunicação de erros encontrados em nossos textos. Preencha os campos abaixo informando os detalhes do erro.



PUBLICIDADE

TÓPICOS: Embasa água Veja mais
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Estamos nas redes sociais:

PUBLICIDADE

Últimas no Rastro

PUBLICIDADE
  Receba nossas notícias
PUBLICIDADE
Cadastre-se no Rastro101 e receba nossas notícias



  • Quem somos
  • Editorial
  • Privacidade

  • RASTRO101
    © COPYRIGHT 2011-2018 | DR WATSON INFORMÁTICA E PUBLICIDADE LTDA.