Justiça

Prefeitura de Porto Seguro gasta R$ 13 mil por dia em serviços gráficos

Série de reportagem exibidas pela Rede Record mostram gastos excessivos com serviços gráficos contratados pela prefeitura de Porto Seguro

Rastro101
03/07/2014 por Redação, atualizado em 03/07/2014 às 20h32 por Redação

De acordo com o contrato publicado no Diário Oficial pela prefeitura de Porto Seguro, no sul da Bahia, o município irá desembolsar o valor de quase 5 milhões em um contrato com a empresa a Raphemaster Comercial Gráfica Ltda, sediada no município de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. O contrato é válido até 07/02/2015. E custará o valor de R$ 13 mil por dia aos cofres públicos.



No vídeo acima, a reportagem da Rede Record vai até o município mas não encontra a suposta empresa no local informado no CNPJ da mesma. Moradores antigos da cidade também falaram que não têm conhecimento da existência da empresa. O vídeo vai mais além e entra em detalhe sobre outro caso que envolve a prefeita Cláudia Oliveira em um momento de descontração, dizendo que ficaria com 1 bilhão para ela.

A imprensa local da região de Porto Seguro, divulgou nota dizendo que o intuito da Rede Record é de atacar e denegrir a imagem da prefeita de Porto Seguro, Claudia Oliveira, e que tais ataques são infundados. Ainda de acordo com a imprensa local, a prefeita Cláudia Oliveira decidiu processar a Rede Record e seus apresentadores em R$ 1 milhão, e que este valor será revertido para as creches de Porto Seguro.

O vídeo abaixo, divulgado pela Namídia Comunicação, contradiz o que mostra a reportagem da Record, e exibe declarações do dono da empresa Raphemaster, e de seus funcionários.



Mesmo que a reportagem da Rede Record pareça sensacionalista por parte da apresentadora, é necessário que a justiça procure respostas imediatas para tantas questões da imprensa.

Link curto: http://bit.ly/2qOwAbE

TÓPICOS:

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu