Geral

Saiba como são as prévias do PSDB para disputa presidencial

Tucanos escolhem nome neste domingo em evento em Brasília e por meio virtual

Rastro101
Com informações do site O Tempo

21/11/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoO PSDB escolhe neste domingo (21) o nome do candidato do partido que disputará a Presidência da República em 2022.

A disputa está entre Arthur Virgílio Neto, ex-prefeito de Manaus (AM), Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, e João Doria, governador de São Paulo.

Entre os apoiadores de peso, o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso declarou estar ao lado do candidato paulista. Já o deputado federal Aécio Neves (MG) prefere apoiar o gaúcho.

A votação ocorre de maneira presencial em Brasília (no Centro de Convenções Ulysses Guimarães) e remota para filiados e vereadores, que poderão votar por meio de um aplicativo. A votação ocorrerá entre 8h e 15h. Ao todo, 44.700 tucanos se cadastraram para votar.

Caso nenhum candidato obtenha maioria absoluta dos votos válidos na disputa deste domingo, um segundo turno com os dois primeiros colocados ocorrerá no domingo seguinte (28).

Os resultados da votação seguem o rito de eleições gerais no Brasil. Após o encerramento da votação, a apuração é iniciada na sequência com resultado em poucas horas.

Como será a votação e quem pode votar nas prévias?

O PSDB se divide em quatro grupos que podem votar nas prévias com pesos diferentes. Podem votar nas prévias aqueles se se filiaram até 31 de maio deste ano, segundo resolução partidária.

Nos grupos 1 (filiados), 2 (prefeitos e vice-prefeitos) e 4 (Governadores, vice-governadores, ex-presidentes e o atual presidente nacional do PSDB, senadores da República e deputados federais), os votos serão divididos pelo número total de eleitores do grupo e o resultado é multiplicado por 0,25.

Já no grupo 3 (Vereadores, deputados estaduais e distritais), os votos de cada candidato são divididos pelo número total de eleitores de cada subgrupo. Este resultado é multiplicado por 0,125 e, ao final, é feita a soma do resultado de cada subgrupo. Segundo o PSDB,

A votação presencial ocorrerá apenas em Brasília para prefeitos, vice-prefeitos, deputados estaduais, distritais e federais, governadores, vice-governadores, ex-presidentes e atual presidente nacional da legenda e senadores. Os votos serão por meio de urnas eletrônicas fornecidas pela Justiça Eleitoral.

Filiados e vereadores votarão apenas por meio do aplicativo “Prévias PSDB” – mesmo que estejam no evento na capital federal.

Quem são os candidatos do PSDB (por ordem alfabética):
 

Arthur Virgílio Neto (Amazonas)

Diplomata, Arthur Virgílio Neto tem 76 anos e se filiou ao PSDB em 1989. Foi deputado federal pelo Amazonas entre 1983 e 1987, e 1995 e 2003 (três mandatos), ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República entre 2001 e 2002 (gestão FHC), senador pelo Amazonas entre 2003 e 2011 e prefeito de Manaus entre 1989 e 1993, e 2013 a 2021.

Eduardo Leite (Rio Grande do Sul)

Formado em direito, Eduardo Leite tem 36 anos e é filiado ao PSDB desde 2001. Foi eleito vereador em Pelotas (RS), em 2008, com 4.095 votos. Quatro anos depois, Leite foi eleito, no 2º turno, prefeito de sua cidade natal com 57,15% dos votos. Em 2018, ele foi eleito governador do Rio Grande do Sul, no 2º turno, com 53,62% dos votos, cargo que ocupa atualmente.

João Doria (São Paulo)

Empresário e jornalista, João Doria tem 63 anos e é filiado ao PSDB desde 2001. Pelo partido, Doria foi eleito prefeito de São Paulo em 2016, no 1º turno, com 53,29% dos votos. Dois anos depois, ele foi eleito governador de São Paulo, no 2º turno, com 51,75% dos votos, cargo que ocupa atualmente.

Link curto: https://bit.ly/3kWTWIW

TÓPICOS:
Eleições 2022

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu