Geral

Deputados aprovam remanejamento de R$ 9,3 bi para Auxílio Brasil

Ainda nesta sessão foi aprovado o Plano Plurianual (PPA) ao Auxílio Brasil. com previsão de R$ 76,4 bilhões, entre 2021 e 2023, com o novo programa

Rastro101
Com informações do site O Tempo

11/11/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoDeputados aprovaram na tarde desta quinta-feira (11), em sessão do Congresso Nacional, o remanejamento de R$ 9,3 bilhões do Bolsa Família para o o novo programa social Auxílio Brasil.

A mudança é necessária após o programa criado na gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, há 18 anos, ser extinto. O Auxílio Brasil foi criado na gestão de Jair Bolsonaro.

Há necessidade ainda de os senadores aprovarem a proposta. 

Ainda nesta sessão foi aprovado o Plano Plurianual (PPA) ao Auxílio Brasil. com previsão de R$ 76,4 bilhões, entre 2021 e 2023, com o novo programa.

O valor atual do auxílio é de R$ 189. Há ainda em tramitação no Senado a PEC dos Precatórios, aprovada recentemente na Câmara dos Deputados, que pode aumentar o valor do programa social para R$ 400, de maneira temporária, até dezembro de 2022. 

Relação de propostas aprovadas

- PLN 10/21: crédito especial de R$ 1,2 milhão. Dos recursos, R$ 679.972 vão para construção do edifício-sede do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, em Fortaleza. Outros R$ 500 mil serão destinados à construção do edifício-sede da Procuradoria da Justiça Militar em Bagé (RS).

- PLN 11/21: crédito suplementar de R$ 18 milhões. Desses recursos, R$ 17,1 milhões se destinam à construção, reforma e manutenção de sedes regionais do Judiciário e do Ministério Público.

- PLN 17/21: crédito suplementar de R$ 4,1 bilhões. Concede R$ 43 milhões para bolsas de estudo referentes aos programas Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), de residência pedagógica, e Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor). Do total de recursos, R$ 2,8 bilhões vão financiar projetos do setor produtivo. O FDNE receberá R$ 2,1 bilhões e o FDCO, R$ 678,8 milhões. Outra quantia expressiva da proposta, de R$ 937,8 milhões, vai para operações de garantia de contratos de financiamento habitacional. O restante será distribuído para ações de nove ministérios.

- PLN 18/21: crédito especial de R$ 16,8 milhões, sendo R$ 16 milhões para financiar pesquisas de ponta do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). Outros R$ 764.966 serão destinados ao Ministério da Justiça.

- PLN 24/21: crédito especial de R$ 23,3 milhões. Os recursos serão usados para comprar os edifícios-sede da Subseção Judiciária de Mogi das Cruzes (SP), por R$ 8,3 milhões, e de Botucatu (SP), por R$ 15 milhões.

- PLN 26/21: crédito especial de R$ 9,4 bilhões. Os recursos serão remanejados das despesas primárias do Bolsa Família pagar pagar o novo programa social Auxílio Brasil (Medida Provisória 1061/21).

- PLN 31-A/21: crédito suplementar de R$ 721,3 milhões. A proposta destina R$ 276,2 milhões para a educação. Somente a Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) receberá R$ 146,9 milhões para manutenção de contratos, pagamento de auxílio-moradia a servidores e bolsas de iniciação à docência, à residência pedagógica e o Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (Parfor). Outros dez ministérios serão beneficiados pela proposta.

- PLN 33/21: crédito especial de R$ 402,8 milhões. Desses recursos, R$ 289,7 milhões se destinam ao pagamento de subvenção econômica para operações de crédito rural para empreendimentos localizados nas regiões Norte e Nordeste.

- PLN 34/21: crédito especial de R$ 763,6 milhões. A maior parte dos recursos, com R$ 674 milhões, vai para retomada de obras com execução paralisada e novas contratações voltadas à produção habitacional subsidiada pelo programa Casa Verde e Amarela.

- PLN 35/21: crédito suplementar de R$ 3 bilhões. Desses recursos, R$ 1 bilhão vai para obras de infraestrutura hídrica e desenvolvimento urbano no Ministério do Desenvolvimento Regional. (Com Agência Câmara).

O TEMPO agora está em Brasília. Acesse a capa especial da capital federal para acompanhar o noticiário dos Três Poderes.

Link curto: https://bit.ly/3CexRvq

TÓPICOS:
Mudanças

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu