Esporte

Barreiras: Homem é condenado por júri a 32 anos de prisão por estupro e homicídio

O júri popular de Barreiras condenou Damião Monteiro da Cruz a 32 anos e seis meses de prisão por estupro e homicídios cometidos contra Camila Barbosa Cardoso

Rastro101
Com informações do Bahia Notícias

24/09/2021 por Redação

Divulgação/Bahia NotíciasDivulgação/Bahia Notícias O júri popular de Barreiras condenou Damião Monteiro da Cruz a 32 anos e seis meses de prisão por estupro e homicídios cometidos contra Camila Barbosa Cardoso. A sessão foi realizada na última segunda-feira (20). A denúncia do promotor de Justiça Sinval Castro Vilas Bôa foi sustentada em plenário pelo promotor de Justiça Luiz Eduardo Souza e Silva. 

 

Damião foi condenado a 20 anos pelo homicídio, qualificado por motivo torpe, uso de tortura e sem possibilidade de defesa da vítima; e a 12 anos e seis meses pelo crime de estupro. A sentença deverá ser cumprida em regime fechado.

 

O crime foi cometido no dia 10 de março de 2011, no interior de uma casa em construção, no bairro Santo Antônio em Barreiras. No dia, às 20h, com ajuda de uma terceira pessoa, Damião levou a vítima para a casa em construção, onde praticou os crimes de tortura e estupro contra ela. Camila chegou a ser resgatada por uma pessoa que passou pelo local, foi internada, mas morreu de traumatismo craniano três dias depois em decorrência das agressões.

Link curto: https://bit.ly/3kDCAB5

TÓPICOS:
Bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101

cachedMais notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu