Geral

BH segue Ministério da Saúde, e só vacinará adolescentes com comorbidades

A mudança foi determinada pela pasta em nota informativa nessa quarta-feira (15) à noite

Rastro101
Com informações do site O Tempo

16/09/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoA prefeitura de Belo Horizonte vai seguir a orientação do Ministério da Saúde para que apenas adolescentes com idade entre 12 e 17 anos com comorbidades, deficiência permanente ou em privação de liberdade recebam a vacina contra Covid-19. A mudança foi determinada pela pasta em nota informativa nessa quarta-feira (15) à noite. A prefeitura da capital confirmou a medida a O TEMPO.

“O Ministério da Saúde restringiu a vacinação desse público somente às pessoas que apresentem deficiência permanente, comorbidades ou que estejam privadas de liberdade, conforme Nota Técnica nº 40/2021- SECOVID/GAB/SECOVID/MS. Até o momento, Belo Horizonte vacinou apenas os adolescentes de 17 a 12 anos com comorbidades e deficiência permanente e irá seguir a determinação do Ministério da Saúde”, diz nota encaminhada à reportagem. 

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que segue todas as recomendações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde e, portanto, também adotará a nova recomendação.

Link curto: https://bit.ly/39doDTY

TÓPICOS:
Pandemia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu