Geral

Cientistas recomendam 3ª dose de Coronavac após seis meses por receio da delta

Estudiosos do Chile viram queda de anticorpos e levantaram a hipótese de uma dose de reforço

Rastro101
Com informações do site O Tempo

16/07/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoCientistas chilenos indicaram, nessa quinta-feira (15), a necessidade de uma terceira dose da vacina Coronavac (da Sinovac) contra a Covid-19 após seis meses da aplicação da segunda dose, sobretudo visando proteção contra a variante delta, estimada em até 50% mais contagiosa. As informações são da agência de notícias Reuters.

Em entrevista à agência, Alexis Kalergis, diretor do Instituto do Milênio de Imunologia e Imunoterapia do Chile, explicou que foi realizado um com 2.000 participantes. Após seis meses do recebimento da segunda dose de Coronavac, menos de 3% contraíram Covid-19. Porém, houve queda nos níveis de anticorpos protetores após esse período, o que o fez recomendar a dose de reforço. A diminuição natural dos anticorpos após a vacinação destaca a necessidade de fortalecer a imunidade com doses de reforço para compensar e aumentar a neutralização do vírus, explicou.Para determinar a eficácia da vacina contra a cepa delta do vírus, foi feito um teste em laboratório que mostrou que anticorpos neutralizantes foram reduzidos em até quatro vezes em comparação com os produzidos contra a cepa original do coronavírus.

O Chile, com 19 milhões de habitantes, atingiu 73,1% de sua população-alvo com ao menos uma dose, somando 11.106.970 pessoas, informaram autoridades sanitárias na quinta-feira passada (8). A maioria, com Coronavac. Há 30 dias, o número de novas infecções, óbitos e internações vem diminuindo gradativamente, e a taxa de casos positivos em nível nacional é de 4,45%.

Desde junho, o país já vacina adolescentes de 12 a 17 anos com o imunizante da Pfizer/BioNTech . O Chile se uniu ao Uruguai, que começou a vacinar adolescentes entre 12 e 17 anos há duas semanas, tornando-se o primeiro país da América Latina a fazê-lo. 

 

Link curto: https://bit.ly/3ib9pmw

TÓPICOS:
Chile

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu