Esporte

Palmeiras multa Patrick de Paula por presença em festa clandestina na pandemia

Depois do meia Lucas Limas (lembre aqui), mais um jogador do Palmeiras foi flagrado em festa clandestina em plena pandemia do novo coronavírus

Rastro101
Com informações do Bahia Notícias

21/06/2021 por Redação

Divulgação/Bahia NotíciasDivulgação/Bahia Notícias Depois do meia Lucas Limas (lembre aqui), mais um jogador do Palmeiras foi flagrado em festa clandestina em plena pandemia do novo coronavírus. Na madrugada desta segunda-feira (21), o volante Patrick de Paula foi hostilizado por torcedores do Verdão ao ser reconhecido deixando o local no Tatuapé, zona leste de São Paulo. A diretoria do clube paulista classificou a atitude do atleta como inadmissível e aplicou uma multa em 40% do salário, além de afastar do elenco.

 

"Lamentamos que casos de falta de empatia e de responsabilidade ainda ocorram em um momento tão difícil para a sociedade. São atitudes inadmissíveis e que receberão o devido tratamento", diz um trecho da nota divulgada pela agremiação.

 

A medida adotada pela diretoria paulista foi a mesma do meia Lucas Lima, que foi multado e afastado do elenco. O jogador havia sido flagrado por torcedores na madrugada da última sexta (18). Ele aguarda uma decisão do clube para definir seu futuro.

 

No episódio desta madrugada, Patrick de Paula foi hostilizado pelos torcedores na saída da festa e não conseguiu entrar no carro para ir embora. Ele foi amparado por um segurança e voltou para o local onde estava. Sua assessoria de imprensa divulgou comunicado confirmando a presença do atleta ao lado de familiares, "usando máscara e tomando os cuidados com álcool em gel e evitando aglomerações".

 

Antes de ir para a festa, Patrick de Paula entrou em campo pelo Palmeiras durante a manhã no Allianz Parque, pela quinta rodada do Brasileirão. A equipe paulista venceu o América-MG por 2 a 1 e ocupa a quarta posição na tabela com 10 pontos. O próximo compromisso do Verdão será na quarta (23), às 19h, contra o Red Bull Bragantino, no Nabi Abi Chedid, pela sexta jornada.

 

Leia o comunicado na íntegra:

 

"Lamentavelmente, o Palmeiras se deparou com um novo caso de quebra de protocolo sanitário por parte de um de seus atletas. Desta vez o episódio envolveu Patrick de Paula.

 

Da mesma forma com que tratou a situação envolvendo o jogador Lucas Lima, o clube aplicará as sanções administrativas máximas determinadas pelo seu regulamento interno. Ambos os atletas ficam afastados dos treinamentos até determinação do Departamento de Futebol.

 

Lamentamos que casos de falta de empatia e de responsabilidade ainda ocorram em um momento tão difícil para a sociedade. São atitudes inadmissíveis e que receberão o devido tratamento".

Link curto: https://bit.ly/2TMDwrU

TÓPICOS:
Bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101

cachedMais notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu