Economia

Veracel avança em transformação digital e conectividade industrial

Empresa atua dentro dos conceitos de indústria 4.0 e se destaca pelos projetos que unem tecnologia e inovação em prol da qualidade na produção industrial

Assessoria de Comunicação
Veracel Celulose

25/05/2021 por Redação, atualizado em 25/05/2021 às 20h54 por Redação

Unidade fabril da Veracel. Eunapolis/BA. (Foto: Ricardo Teles)Unidade fabril da Veracel. Eunapolis/BA. (Foto: Ricardo Teles)Neste Dia da Indústria, a Veracel, indústria de celulose localizada no Sul da Bahia, destaca seu processo de transformação digital para a automação e a ampla conectividade em toda a sua fábrica. Com projetos de inovação diretamente ligados ao ganho de eficiência na produção, a empresa já implementou diversas iniciativas que aliam a tecnologia de ponta aos processos industriais, tornando-se uma das referências no setor no conceito de indústria 4.0 no país.

"A transformação digital e a ampliação de nossos projetos de conectividade trazem enormes benefícios para o trabalho de nossa fábrica, tanto do ponto de vista de eficiência e redução de custos, quanto da importante gestão da informação que conseguimos transformar em conhecimento e ações de melhorias constantes para a Veracel, de forma a estarmos sempre evoluindo como empresa e área industrial", destaca Ari Medeiros, Diretor Industrial da companhia.

Em seu processo de transformação digital, a Veracel vem trabalhando em uma frente de sinergia entre a área de Tecnologia da Informação e o time Industrial para ampliar a conectividade de sua planta, permitindo que novos projetos de mobilidade e inovações tecnológicas possam ser implementados, sempre considerando o processo de cibersegurança.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
Entre as iniciativas mais recentes, está a expansão da conectividade industrial, que implementa o wifi industrial (que possui mecanismos de segurança de dados específicos para esta finalidade) em todo chão de fábrica e permitirá a utilização de celulares com reconhecimento térmico em todo processo de inspeção operacional da companhia. Os novos celulares possuem o recurso de câmera térmica, que serão utilizados para medir a temperatura dos equipamentos da fábrica, permitirão que os mecânicos e operadores tenham as informações na planta, de forma móvel (pois estarão usando os celulares enquanto se movimentam) e ainda poderão alimentar o histórico de desempenho de cada equipamento, reportando dados de forma contínua para as avaliações da companhia.

Outro projeto que visa digitalizar cada vez mais nossas operações é a implementação de sensores de monitoramento dos ativos industriais, para a verificação online da condição dos equipamentos, sem a necessidade de que um operador conecte cabos de leitura para realizar a análise das informações da máquina, permitindo rotinas de avaliações mais constantes e eficientes. O projeto está em andamento, mas boa parte dos ativos da planta já possuem o recurso implantado, com grandes resultados alcançados.

A Veracel também concluiu recentemente a automatização de seu laboratório central que é responsável pela classificação da qualidade da celulose, além de todo processo de análises químicas fábrica. Para essa automatização foi utilizado o LIMS (Laboratory Information Management System), plataforma utilizada nos maiores laboratórios do mundo e através desse processo a companhia, já conseguiu obter ganhos significativos como a redução de tarefas repetitivas, ganhos de eficiência na avaliação de amostras, rastreabilidade e a redução de processos que duravam cerca de 2h para cerca de 15min. O LIMS foi implementado no final de 2018 e está em constante evolução pelas equipes de TI e Laboratório.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
O próximo projeto da Veracel é a renovação de sua sala de confiabilidade 4.0, que vai centralizar todos os dados monitorados de toda planta. Até agosto, a companhia espera ampliar a central de monitoramento para um painel digital que permita o acompanhamento dos principais informações e dados industriais. "A nossa sala de confiabilidade vai nos possibilitar ainda mais assertividade na tomada de decisões da planta, com visibilidade de informações de monitoramento em tempo real, transformando dados em informação e abastecendo de forma contínua os gestores responsáveis", explica Romulo Roberto Andronhuc, coordenador de Tecnologia da Informação da Veracel.

"A transformação digital na indústria é uma tendência importante que já tem um espaço importante na Veracel", afirma Ari Medeiros. "A automatização e a digitalização trazem uma grande segurança e mais qualidade aos processos existentes. Abrem também possibilidades infinitas de atualização e melhorias e mantêm nossas pessoas muito mais focadas em processos especializados e na gestão do conhecimento que estas ferramentas proporcionam", declara ainda o diretor. "Queremos continuar ampliando nossas iniciativas nesta frente para posicionar cada vez mais a Veracel como uma referencia de tecnologia industrial no setor de celulose no Brasil", finaliza Medeiros.

Inteligência artificial para a predição de falhas

Em outro projeto de inovação com os conceitos de Industria.4.0, a companhia divulgou neste mês que é uma das pioneiras no país a utilizar inteligência artificial alinhada ao conceito de manutenção prescritiva, para prever possíveis problemas e necessidades de manutenções no maquinário de sua fábrica. O projeto piloto está em execução desde agosto de 2020 e foi possivel através de dados históricos predizer falhas de equipamentos com até 6 semanas de antecedência. O projeto já está em implementação e estará em operação em junho. A expectativa é que a tecnologia seja constantemente ampliada, ultrapassando os limites da fábrica e chegando aos equipamentos da área florestal da empresa.

Link curto: https://bit.ly/2StGEIF

TÓPICOS:

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu