Geral

Rodoviários da CSN aprovam estado de greve e podem parar atividades a partir de sexta

Salvador pode amanhecer sem parte dos ônibus na sexta-feira (30)

Rastro101
Com informações do Bahia Notícias

28/04/2021 por Redação

Divulgação/Bahia NotíciasDivulgação/Bahia Notícias Salvador pode amanhecer sem parte dos ônibus na sexta-feira (30). Esse é mais um capítulo do imbróglio que envolve acionistas, prefeitura e os rodoviários do Concessionária Salvador Norte (CSN). Os profissionais aprovaram indicativo de greve durante assembleia virtual nesta semana, e caso uma proposta de resolução não seja apresentada até esta quinta-feira (29), os ônibus não sairão das garagens na sexta.

 

O pleito dos rodoviários é o pagamento de rescisões contratuais. O vereador de Salvador e diretor do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Tiago Ferreira, explica que dois pleitos foram apresentados pela categoria na assembleia, um foi a vacinação dos motoristas e cobradores, que já começou a ser atendido, e o segundo são as questões de pagamentos de passivos trabalhistas.

 

Inicialmente a paralisação estava prevista em todo sistema de ônibus de Salvador, com o início da vacinação a pauta acabou esvaziada e a previsão é de que apenas os trabalhadores da CSN parem as atividades, explicou Tiago Ferreira. A reivindicação é considerada legítima e urgente pela Sindicato. "A panela do trabalhador não espera", acrescentou o vereador.

 

Outro problema relatado pelos rodoviários, mas considerado menos grave, é o pagamento de tickets alimentação para os profissionais que foram contratados via regime de Reda pela prefeitura, que desde o mês passado passou a operar o sistema depois de declarar caducidade da CSN e rescindir o contrato com a empresa.

 

De acordo com Tiago Ferreira, como as contratações pelo Reda foram feito recentemente alguns trabalhadores tiveram problemas no cadastro e com as contas bancárias. Ele ressalta que a prefeitura de Salvador informou ao Sindicato dos Rodoviários que o problema já foi identificado e que vai ser resolvido.

 

A reportagem procurou a Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob) e a Secretaria de Comunicação (Secom), mas até a publicação desta matéria não teve resposta.

Link curto: https://bit.ly/3sZbV2F

TÓPICOS:
Bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu
'; $("#conteudoMateria br:eq(2)").after(pub); //$('#conteudoMateria').find('br:nth-child(1)').after(pub); });