Geral

Gabriel Paulista, do Valencia, lamenta racismo: 'Ninguém merece tal humilhação'

Juan Cala, do Cádiz, teria chamado Diakhaby de "negro de merda"

Rastro101
Com informações do site O Tempo

05/04/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoO zagueiro brasileiro Gabriel Paulista, do Valencia, lamentou as ofensas racistas contra o também defensor Diakhaby na partida deste domingo (4) contra o Cádiz, pelo Campeonato Espanhol. Como capitão do Valencia, estou muito orgulhoso de como a equipe apoiou Diakhaby ao deixar o campo. Nenhum ser humano merece tal humilhação, escreveu Gabriel Paulista em sua conta no Instagram.

Então, tudo perdeu seu significado. Todos nós perdemos e não estou falando sobre o resultado. Nós, o Cádiz e o futebol em geral. Não ao racismo. Não aos racistas, acrescentou.

Cádiz e Valencia empatavam por 1 a 1 pelo Campeonato Espanhol quando a partida foi interrompida por ato de racismo contra o zagueiro Diakhaby. O jogo foi retomado após alguns minutos, e o Cádiz venceu por 2 a 1.

Diakhaby discutiu com o jogador Juan Cala, do Cádiz, após uma jogada aérea. O zagueiro ficou muito irritado com algum comentário de Cala e foi tirar satisfação com o jogador adversário com a bola rolando.

Gabriel Paulista e outros jogadores do Valencia tiveram de conter Diakhaby. Na sequência, os atletas do Valencia abandonaram o gramado, e o jogo foi paralisado por alguns minutos. A partida foi reiniciada sem Diakhaby, que foi substituído por Hugo Guillamón. Cala seguiu em campo. O treinador do Cádiz afirmou após o jogo que seu jogador disse que não ofendeu o atleta do Valencia.




 


 

 



 




Ver essa foto no Instagram


 



 

 

 



 

 



 

 

 




 

 


Uma publicação compartilhada por Gabriel Paulista (@gpaulista5)


Link curto: https://bit.ly/3miJnPQ

TÓPICOS:
Campeonato Espanhol

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu
'; $("#conteudoMateria br:eq(2)").after(pub); //$('#conteudoMateria').find('br:nth-child(1)').after(pub); });