Economia

Ministério da Saúde australiano suspende publicidade no Facebook

O anúncio ocorre em meio a uma campanha publicitária de cerca de US$ 20 milhões para incentivar a vacinação anti-Covid da população, em ação que começou neste domingo (21)

Rastro101
Com informações do Época Negócios

22/02/2021 por Redação

Divulgação/Época NegóciosDivulgação/Época Negócios
Facebook (Foto: Reprodução/Pexel)

 

O Departamento de Saúde da Austrália, órgão equivalente a um Ministério no Brasil, informou nesta segunda-feira (22) que não vai mais investir em publicidade no Facebook.

O anúncio ocorre em meio a uma campanha publicitária de cerca de US$ 20 milhões para incentivar a vacinação anti-Covid da população, em ação que começou neste domingo (21).

A decisão é uma forma de responder à rede social de Mark Zuckerberg que se recusa a aceitar uma nova lei, em vias de aprovação, que obriga as plataformas a pagar pelo conteúdo profissional publicado.

O Facebook se nega a pagar pelo conteúdo e, na última semana, bloqueou o conteúdo de todas as emissoras e jornais que atuam na Austrália. Além disso, a medida também afetou diversos perfis de órgãos públicos, como os bombeiros, que perderam um canal de notificação dos cidadãos para problemas ambientais - como no caso dos incêndios florestais e sobre a pandemia.

Já o Google, que também foi afetado pela nova legislação que deve ser aprovada nesta semana, fechou acordos com os maiores produtores de conteúdo jornalístico australianos e se adaptou às novas regras.

Link curto: https://bit.ly/3kako02

TÓPICOS:
Negócios

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu
'; $("#conteudoMateria br:eq(2)").after(pub); //$('#conteudoMateria').find('br:nth-child(1)').after(pub); });