Economia

Biden: EUA e China "não precisam ter um conflito, mas haverá competição extrema"

"Eu não vou fazer do jeito que Trump fez, e ele (Xi) sabe disso porque enviou seus sinais também

Rastro101
Com informações do Época Negócios

08/02/2021 por Redação

Divulgação/Época NegóciosDivulgação/Época Negócios
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos (Foto: Greg Nash - Pool/Getty Images)

 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse hoje, em entrevista ao programa Face the Nation, da CBS News, que sempre deixou claro ao presidente chinês, Xi Jinping, que "não precisamos ter um conflito, mas haverá competição extrema".

"Eu não vou fazer do jeito que Trump fez, e ele (Xi) sabe disso porque enviou seus sinais também. Vamos nos concentrar nas regras internacionais." A CBS liberou apenas um trecho da entrevista, que vai ao ar mais tarde.

Questionado sobre por que ainda não ligou para o presidente da China, Biden disse que "ainda não tivemos ocasião de falar um com o outro". O presidente dos EUA reconheceu, todavia, que "há muito o que conversar".

"Não há razão para não ligar para ele. Provavelmente passei mais tempo com Xi Jinping do que qualquer outro líder mundial, porque tive 25 horas de reuniões privadas com ele quando era vice-presidente, viajei 17 mil milhas com ele e o conheço muito bem", afirmou.

Link curto: https://bit.ly/3rwqpGL

TÓPICOS:
Negócios

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101

cachedMais notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu
'; $("#conteudoMateria br:eq(2)").after(pub); //$('#conteudoMateria').find('br:nth-child(1)').after(pub); });