Geral

Nova Zelândia registra primeiro caso de contaminação comunitária após dois meses

Mulher de 56 anos passou vários dias viajando pelo país enquanto estava 'potencialmente infecciosa'

Rastro101
Com informações do site O Tempo

24/01/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoAs autoridades de saúde da Nova Zelândia confirmaram, neste domingo (24), o primeiro caso comunitário de Covid-19 em mais de dois meses.

Uma mulher de 56 anos, que voltou recentemente da Europa, testou positivo dez dias depois de completar uma quarentena obrigatória de duas semanas. Ela havia observado os sintomas vários dias antes de fazer o teste. 

As autoridades iniciaram o rastreamento de contatos, quando se descobriu que a mulher e seu marido passaram vários dias viajando pela região de Northland, enquanto ela era potencialmente infecciosa, e visitaram cerca de 30 locais diferentes.

O ministro da Saúde, Chris Hipkins, disse que é muito cedo para decidir se um confinamento total, ou parcial, será aplicado novamente.

Não sabemos a origem, nem a cepa da infecção, disse ele em entrevista coletiva.

A mulher retornou para a Nova Zelândia em 30 de dezembro, após passar quatro meses na Europa – principalmente na Espanha e na Holanda. Ela recebeu alta de um hotel em Auckland, onde cumpriu quarentena em 13 de janeiro.

A diretora geral de Saúde da Nova Zelândia, Ashley Bloomfield, disse que ela havia dado negativo em dois testes enquanto estava isolada e que seu marido não apresentou sintomas. É o primeiro caso conhecido de transmissão comunitária na Nova Zelândia desde 18 de novembro. 

A Nova Zelândia é um dos países que tiveram a melhor gestão da pandemia, com 25 mortes do total de 1.927 casos confirmados de Covid-19 em uma população de cinco milhões de habitantes.

Link curto: https://bit.ly/3iPkbik

TÓPICOS:
Auckland

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu
'; $("#conteudoMateria br:eq(2)").after(pub); //$('#conteudoMateria').find('br:nth-child(1)').after(pub); });