Geral

Governador Valadares tem primeiro caso de varíola dos macacos confirmado

Paciente já recebeu alta hospitalar e está estável Minas Gerais tem 12 registros da doença A Prefeitura de Governador Valadares, no Rio Doce, confirmou o primeiro caso de varíola dos macacos na cidade nesta quinta-feira (7). O resultado positivo foi e

Rastro101
Com informações do site Queagito.com

08/07/2022 por Redação

Divulgação/Queagito.comDivulgação/Queagito.com
Paciente já recebeu alta hospitalar e está estável Minas Gerais tem 12 registros da doença
A Prefeitura de Governador Valadares, no Rio Doce, confirmou o primeiro caso de varíola dos macacos na cidade nesta quinta-feira (7). O resultado positivo foi encaminhado para o município na noite dessa quarta-feira (6) pela Fundação Ezequiel Dias (Funed).
O paciente, de 27 anos, está estável, recebeu alta do hospital municipal da cidade e segue em isolamento domiciliar. Uma pessoa que teve contato com o homem está sendo monitorada pela Gerência de Epidemiologia do Departamento de Vigilância em Saúde e por uma equipe de Atenção Primária de Governador Valadares.
Minas Gerais já tem 12 casos confirmados de varíola dos macacos. De acordo com informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES) todas as pessoas diagnosticadas com a doença até o momento são homens e têm entre 26 e 43 anos.
Em todo o Brasil, são 143 casos confirmados, sendo 12 em Minas Gerais, 98 em São Paulo, 28 no Rio de Janeiro, dois no Ceará, dois no Paraná, dois no Rio Grande do Sul, um no Distrito Federal e um no Rio Grande do Norte.
Quais são os sintomas da varíola dos macacos?
Os sintomas iniciais da varíola dos macacos incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, linfonodos inchados, calafrios e exaustão. Lesões na pele se desenvolvem primeiramente no rosto e, depois, se espalham para outras partes do corpo, incluindo os genitais. As lesões na pele parecem as da catapora ou da sífilis até formarem uma crosta, que depois cai.
Os sintomas da varíola dos macacos podem ser leves ou graves, e as lesões na pele podem ser pruriginosas ou dolorosas.
Como é a transmissão da doença?
A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda não sabe qual a fonte de infecção nos casos relatados. No entanto, segundo informa o Instituto Butantan, já é possível detalhar como a doença tem se espalhado entre os humanos. Confira como ocorre essa transmissão:
Contato com com gotículas expelidas por alguém infectado (humano ou animal)
Contato com as lesões na pele causadas pela doença ou por materiais contaminados, como roupas e lençóis
Ainda segundo o Instituto Butantan, o período de incubação da varíola do macaco é geralmente de seis a 13 dias, mas pode variar de cinco a 21 dias.
Tratamento
Assim como ocorre com o Coronavírus, o tratamento da varíola dos macacos também requer isolamento de 21 dias, com o paciente sob observação médica.
Fonte: https://www.otempo.com.br/

Link curto: https://bit.ly/3IqmVQ3

TÓPICOS:

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101

cachedMais notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu