Geral

Prefeitura garante que gastos com Pedrão não afetam saúde financeira de Eunápolis

Gestão afirma que festejos juninos representam aumento de arrecadação para município e movimentam economia

.

Radar64
23/06/2022 por RADAR64

Divulgação/Radar64Divulgação/Radar64

Depois que o Ministério Público da Bahia (MP-BA) pediu à Justiça o cancelamento do Pedrão de Eunápolis, previsto para acontecer de 29 de junho a 3 de julho, sob alegação de que os gastos da festa estão acima da dotação orçamentária para a realização de eventos em 2022, a prefeitura garantiu que a saúde financeira do município está boa.


A ação civil pública ajuizada pelo MP-BA será apreciada pelo juiz Roberto Freitas, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Eunápolis.


Em nota enviada à redação do RADAR 64, a Prefeitura de Eunápolis informou que, na área da educação, 80% das escolas estão reformadas, com infraestrutura e merenda adequadas, e o transporte escolar funciona bem.


Estrutura do Pedrão na BR-367 começou a ser montada na terça-feira

Ainda de acordo com a nota, os salários dos servidores estão em dia, várias ruas estão sendo asfaltadas, todos os prédios das secretarias foram reformados e centenas de escrituras de imóveis foram registradas em cartório, dentro do Reurb, programa de regularização urbana. O município também está avançando na vacinação contra a covid-19, e o reflexo disso é que não há nenhum caso da doença em Eunápolis, frisou a prefeitura.


INFORMAÇÕES – A nota rebateu a afirmação do promotor de Justiça Rodrigo Rubiale, que assina a ação civil pública pedindo o cancelamento do Pedrão, de que ele estaria encontrando dificuldade para obter informações sobre os gastos com a festa. De acordo com a prefeitura, todos os dados solicitados foram repassados ao Ministério Público.


PREJUÍZO EM CASO DE CANCELAMENTO – A prefeitura comentou sobre o impacto na economia caso a Justiça determine o cancelamento do Pedrão. Citou como exemplo os comerciantes e barraqueiros que se prepararam para a festa, e os hotéis que já estão com reservas feitas. Além disso, a maioria dos grandes artistas já tiveram 70% do cachê dos shows pagos.


Prefeita Cordélia a prefeitura garantiu que a saúde financeira do município está boa.

Segundo a prefeitura, o MP poderia ter solicitado o cancelamento da festa com antecedência de pelo menos 30 ou 60 dias, como faz em outros municípios, evitando, assim, eventuais transtornos.


A gestão estima que os cinco dias de Pedrão devem injetar na economia de Eunápolis entre R$ 50 milhões a R$ 70 milhões. Além disso, somente em impostos com o evento, a arrecadação municipal pode chegar a R$ 7 milhões. A prefeitura lembrou que os dois anos sem realização do Pedrão, devido à pandemia, causaram prejuízo econômico ao município. Ainda de acordo com a nota, desde o dia 30 de maio, o município não está mais em estado de emergência.


.


Link curto: https://bit.ly/3OzMsb5

TÓPICOS:
Radar64

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu