Geral

Corpos de jornalista e indigenista estavam pendurados em árvore, diz cunhado

Paul Sherwood, cunhado de Dom Phillips, relatou os fatos ao jornal The Guardian informação veio da embaixada brasileira no Reino Unido

Rastro101
Com informações do site O Tempo

13/06/2022 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoEm entrevista ao jornal The Guardian, para o qual o jornalista Dom Phillips reportava, o cunhado do repórter afirmou que informações que vieram da embaixada brasileira no Reino Unido indicam que os corpos do jornalista britânico, de 57 anos, e do indigenista Bruno Araújo Pereira, de 47 anos, estavam pendurados em uma árvore. 

“Ele não descreveu o local e apenas disse que era na floresta tropical e disse que eles estavam amarrados a uma árvore e ainda não haviam sido identificados”, disse Paul Sherwood, cunhado de Dom, ao se referir à mensagem recebida pela família de um assessor da embaixada. 

Ainda conforme texto publicado pelo Guardian, a identificação não teria sido feita, apesar da localização. “Ele disse que quando estivesse claro, ou quando fosse possível, eles fariam uma identificação”, acrescentou Sherwood. 

Indefinição 

Além do cunhado de Dom Phillips, a esposa do jornalista, Alessandra Sampaio, também informou a localização dos corpos do marido e do indigenista. Ela relatou o fato ao jornalista André Trigueiro, da TV Globo, que publicou a notícia em seu perfil no Twitter. 

Mas, apesar da versão da família, a Polícia Federal emitiu nota negando os fatos. Conforme a nota da PF, não procedem as informações que estão sendo divulgadas.

O comunicado ressaltou, no entanto, que foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados, além de mochilas, roupas e documentos dos desaparecidos que foram encontrados neste domingo (12).

Link curto: https://bit.ly/3HkUxhJ

TÓPICOS:
Amazonas

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101

cachedMais notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu