Geral

Dono de posto deixa de vender combustível em protesto pela alta dos preços

Desde a invasão da Rússia na Ucrânia, o valor do combustível disparou e chegou a ser vendido 62% mais caro em comparação com o mesmo período do ano passado

Rastro101
Com informações do site O Tempo

10/06/2022 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoO proprietário de um posto em Massachusetts, nos Estados Unidos, decidiu cruzar os braços e parar de vender gás em função da alta dos preços do combustível. No estado, o gás é vendido a US$ 4,98 o galão, que equivale a quase R$ 25. As informações são da Western Mass News.

Desde a invasão da Rússia na Ucrânia, o valor do combustível disparou e chegou a ser vendido 62% mais caro em comparação com o mesmo período do ano passado. Em entrevista ao canal de notícias, Reynold Gladu, proprietário do posto, disse que não quer fazer parte disso.

Segundo ele, é muito difícil que as pessoas precisem trabalhar 40 horas por semana para que, no fim das contas, não sejam capazes de abastecer o próprio carro. No posto, ele colocou cartazes “sem gás.”

 

Link curto: https://bit.ly/3NSzVzu

TÓPICOS:
Em Massachusetts

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu