Geral

Papa Francisco pede corredores humanitários em Mariupol

O pontífice denunciou ainda que a guerra na Ucrânia é uma "regressão macabra para a humanidade"

Rastro101
Com informações do site O Tempo

01/05/2022 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoO papa Francisco reiterou neste domingo o pedido de abertura de corredores humanitários para a retirada de civis da cidade ucraniana de Mariupol, depois de denuciar que a localidade foi bombardeada e destruída de forma bárbara. 

Meus pensamentos estão com a cidade ucraniana de Mariupol, cidade de Maria, bombardeada e destruída de forma bárbara. Eu reitero meu pedido de abertura de corredores humanitários seguros, declarou o pontífice durante a oração do Angelus na Praça de São Pedro do Vaticano. 

A cidade de Mariupol, no sudeste da Ucrânia, foi quase totalmente destruída após semanas de cerco. Na madrugada de domingo, um primeiro grupo de civis conseguiu deixar a siderúrgica de Azovstal, último reduto dos combatentes ucranianos, onde também estão refugiados moradores da localidade.

O batalhão ucraniano Azov informou que 20 civis deixaram o local, mas o ministério russo da Defesa citou 46 pessoas que deixaram a siderúrgica. 

O papa denunciou ainda que a guerra na Ucrânia é uma regressão macabra para a humanidade. 

Não abdiquemos nunca diante da lógica da violência, da espiral perversa das armas, disse. 

Link curto: https://bit.ly/3vxKQIr

TÓPICOS:
Guerra

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu