Geral

Câmera flagra momento em que morador de rua comete homicídio na Avenida Santos Dumont

Segundo a Polícia Civil, assassino foi preso e disse que revidou a agressão com barra de ferro

.

Radar64
05/04/2022 por RADAR64

Divulgação/Radar64Divulgação/Radar64

Um vídeo de câmera de vigilância, obtido pelo RADAR, mostra o momento em que um homem é morto no centro de Eunápolis. Já se aproximava das 15h de sexta-feira, dia 1º, quando o assassino atravessa a Avenida Santos Dumont em direção a Everaldo Ramos, de 37 anos, que está sentado no meio fio da calçada. Atingido por uma facada no pescoço, ele ainda chegou a ser socorrido por paramédicos do Samu, mas não resistiu ao ferimento.


Logo após, o homem – que é morador em situação de rua – foge correndo, mas deixa próximo ao corpo a peixeira de cerca 40 centímetros de comprimento usada no crime.


Segundo a Polícia Civil, o autor do homicídio, identificado como Danilo Monteiro Leite, 40 anos, foi preso poucas horas depois e confessou que revidou a uma agressão de Everaldo, que, dias antes, teria lhe agredido com uma barra de ferro, causando uma fratura em seu braço. As imagens mostram que Danilo está com o braço enfaixado.
Danilo foi localizado em um centro de recuperação no bairro Alegria, que, segundo informações da polícia, pertence à mulher dele.


A vítima morava no bairro Santa Lúcia e também vivia perambulando pelas ruas do centro da cidade.


VIOLÊNCIA NO CENTRO – Lojistas têm reclamado, ultimamente, da grande quantidade de pessoas em situação de vulnerabilidade social perambulando pelo comércio de Eunápolis. Os comerciantes relatam medo e insegurança devido ao aumento de furtos e roubos na região, situação agravada pela falta de policialmente nas ruas.


Crime aconteceu na Avenida Santos Dumont, no centro da cidade de Eunápolis

Segundo quem mora e trabalha no Centro, os moradores em situação de rua ingerem bebida alcóolica de droga, discutem e brigam em frente aos estabelecimentos comerciais. Muitos chegam a agredir verbalmente quem se recusa a ajudar com alguma quantia em dinheiro. O constrangimento causado tem afastado clientes das lojas.


Além da falta de policiamento, a população também cobra uma ação mais efetiva da Secretaria Municipal de Assistência Social, responsável por atender as pessoas em situação de vulnerabilidade social.


.


Link curto: https://bit.ly/3jcXbul

TÓPICOS:
Radar64

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu