Geral

Morre, aos 43 anos, Paulinha Abelha da banda Calcinha Preta

Cidades - com informações do LiberdadeNews

Rastro101
Com informações do LiberdadeNews

24/02/2022 por Redação

/

A cantora Paulinha Abelha, 43, vocalista da banda Calcinha Preta, morreu nesta quarta-feira, 23, aos 43 anos de idade. A artista, que estava internada desde o dia 11 de fevereiro, em Aracaju, Sergipe, devido a problemas renais, se encontrava em coma.

A informação, confirmada pelo Hospital Primavera, onde Paulinha estava hospitalizada, foi compartilhada no perfil oficial da Calcinha Preta. De acordo com o comunicado, Paulinha Abelha faleceu por volta das 19h26 em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico.

Nas últimas 24 horas, a artista apresentou um importante agravamento de lesões neurológicas, constatadas em ressonância magnética, e associada a coma profundo. Foi então iniciado protocolo diagnóstico de morte encefálica, que confirmou hipótese após exames clínicos e complementar específicos, disse a unidade de saúde.

Paulinha deu entrada no hospital no início do mês, após sentir fortes dores durante uma turnê com a Calcinha Preta, em São Paulo. No dia 17, a cantora entrou em coma depois que o quadro se agravou.

Na terça-feira, 22, os médicos responsáveis pelo tratamento da cantora deram entrevista afirmando que ela estava no estágio mais grave do coma: a escala de Glasgow 3 - uma pessoa saudável tem a escala Glasgow 15. Na ocasião, eles disseram que estava sendo muito difícil mantê-la viva.

A equipe trabalhava com a hipótese de que remédios utilizados por ela poderiam ter causado o quadro, mas ainda não há um diagnóstico definitivo. Segundo os especialistas, alguma substância que estava circulando no corpo da paciente estaria provocando “uma cascata de inflamações ou lesões ou de lesões nesses órgãos”.

“Quando se fala em quadro de síndrome tóxicometabólica é porque tem alguma substância circulando no corpo da paciente que deve estar gerando uma cascata de lesões nos órgãos. Qualquer substância – seja prescrita ou não -, medicamento é droga. Mas quando Paula o fez, foi de caráter supervisionado. A gente trabalha, sim, com a possibilidade de alguma intoxicação de medicamentos, existem exames em andamento, iremos confirmar ou negar. Nesse momento essa resposta nós não temos”, explicou a equipe.

“A gente trabalha com proximidade de uma lesão renal aguda. Muitos pacientes se recuperam em situações assim, outros podem desenvolver um caso mais crônico e necessitar de terapia renal substituída. Nesse momento, substituímos pela hemodiálise”, disseram.

No último dia 18, a assessoria do grupo Calcinha Preta chegou a negar que Paulinha Abelha havia sofrido morte cerebral. Nas redes sociais, fãs, familiares e colegas de banda vinham postando mensagens de esperança e apoio. Na noite de terça-feira, 22, o perfil da cantora no Instagram pediu doações de sangue para o tratamento da artista.

Trajetória de Paulinha Abelha

Paula de Menezes Nascimento Leca Viana nasceu no município de Simão Dias, no interior de Sergipe. Ela, que trabalhou com pai em feiras livres, começou como cantora profissional na banda Panela de Barro, onde fez dupla com o cantor Daniel Diau.

Os dois continuaram trabalhando juntos na Calcinha Preta, composta, atualmente, por Silvânia Aquino e Bell Oliver. Considerada uma das maiores referências no forró, a banda teve idas e vindas dos integrantes, incluindo Paulinha, que seguiu carreira em outros grupos musicais por um tempo: em 2009 integrou a G.D.Ó. do Forró com o ex-marido Marlus Viana. Em 2014, retornou para a Calcinha Preta, mas deixou a banda dois anos depois para formar dupla com Silvânia Aquino, retornando ao grupo em 2018.

O nome da cantora foi tema de música na banda, com a canção Paulinha. Entre os maiores sucessos interpretados pela artista estão as músicas: Furunfa, Baby dool, Louca por ti, Sonho Lindo, Armadilha, Paulinha e Ainda te amo.  Ao todo, ela gravou 21 CDs e três DVDs.

Após vivenciar o retorno da maior parte da formação antiga, a Calcinha Preta gravou um DVD de 25 anos em fevereiro de 2020 e retornava à rotina de shows após meses sem shows devido a pandemia. As apresentações, no entanto, estavam suspensas devido a situação de Paulinha. 

Paulinha Abelha era casada com o modelo Clebinho Santos e não tinha filhos.

Fonte: Atarde

Link curto: https://bit.ly/3JP2U4X

TÓPICOS:
Bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

menu