Geral

Ministério da Saúde complementa à Anvisa informações sobre autotestes de Covid

Autorização para autotestes foi negada há uma semana por falta de política pública autoridade sanitária informou que não há prazo para retomar votação

Rastro101
Com informações do site O Tempo

26/01/2022 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que recebeu do Ministério da Saúde as informações sobre a política pública para a realização de autotestes de Covidd-19. A documentação foi registrada no sistema às 23h11 de terça-feira (25).

Agora, a autoridade sanitária irá analisar a complementação e ajustar a proposta à resolução apresentada inicialmente. O passo seguinte será submeter as informações à Procuradoria da Anvisa para então levar à votação pela diretoria.

Ao recusar o primeiro pedido para liberar a comercialização de autotestes na última semana, a previsão da Anvisa era retomar a votação até a primeira semana de fevereiro. Nesta quarta-feira (26), no entanto, a informação divulgada pela assessoria é que não há prazo para esse processo, que será feito no “menor e melhor tempo possível”.

A Anvisa alegou a falta de política pública para garantir a efetividade dos autotestes como o principal problema para ainda não ter autorizado os autotestes no país. Para a Anvisa, é importante que os cidadãos saibam, por exemplo, onde e como devem notificar os órgãos de saúde caso o resultado do autoteste de Covid-19 seja positivo.

Também foi cobrado do governo federal uma definição de como esses casos vão ser contabilizados, como os cidadãos vão ser orientados para realizar corretamente o exame e quem deve comunicar a fabricante sobre possíveis efeitos adversos ou erros do teste.

Na sexta-feira (21), a autoridade sanitária e o Ministério da Saúde fizeram uma reunião técnica para debater as informações necessárias que ainda não tinham sido apresentadas. O encontro foi virtual e, pela Anvisa, liderado pelo diretor Romison Mota. Pelo Ministério da Saúde, participaram o secretário executivo Rodrigo Cruz e secretária extraordinária Rosana Leite.

O TEMPO agora está em Brasília. Acesse a capa especial da capital federal para acompanhar o noticiário dos Três Poderes.

Link curto: https://bit.ly/3FX1ljf

TÓPICOS:
Pandemia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu