Esporte

Justiça arquiva inquérito contra jornalista por criticar procurador

A Justiça de São Paulo determinou o arquivamento do inquérito contra a jornalista Vera Magalhães, que foi instaurada a pedido do procurador da República Alton Benedito de Souza para apurar a prática de crimes contra a sua honra, em razão de postage

Rastro101
Com informações do Bahia Notícias

08/12/2021 por Redação

Divulgação/Bahia NotíciasDivulgação/Bahia Notícias A Justiça de São Paulo determinou o arquivamento do inquérito contra a jornalista Vera Magalhães, que foi instaurada a pedido do procurador da República Alton Benedito de Souza para apurar a prática de crimes contra a sua honra, em razão de postagens feitas no Twitter. 

Na ocasião, a jornalista criticou a postura do procurador por defender o tratamento precoce para combater a Covid-19. "Ailton Benedito é uma voz do autoritarismo e da ameaça à democracia infiltrado no MPF. Artífice da censura a professores universitários. Bolsonarista militante", disse Vera em um tuíte. 

 


Foto: Reprodução/Twitter

 



De acordo com o site Migalhas, na manifestação pelo arquivamento da investigação, o procurador da República Denis Pigozzi Alabarse afirmou que as expressões utilizadas pelos acusados têm como motivação a extrema indignação com a emissão da nota técnica 24/21, do MPF/GO, na qual defendeu-se a cloroquina como opção para tratar o coronavírus.

Desta forma, o procurador avalia que em nenhuma publicação houve a intenção deliberada de ofender a honra de ofender do procurador da República Alton Benedito de Souza. O juiz acolheu o pedido e arquivou as investigações da jornalista e de mais três pessoas. 

Link curto: https://bit.ly/3ylVcLn

TÓPICOS:
Bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu