Geral

"Robsão" morre em confronto com a Polícia Militar no Bairro Liberdade II em Teixeira

Polícia - com informações do LiberdadeNews

Rastro101
Com informações do LiberdadeNews

02/12/2021 por Redação

/

Teixeira de Freitas: O confronto aconteceu na tarde desta quarta-feira, 01 de dezembro, por volta das 16h30, na Rua Genipapo, no Bairro Liberdade II, na cidade de Teixeira de Freitas. De acordo com as informações, uma denúncia anônima chegou ao CICOM/190, informando que um homem estava armado no bairro, e que ele seria o mesmo que atirou na pessoa de Igor Vinicius de Jesus Souza, 28 anos, fato ocorrido no último dia 29 de novembro.

Uma guarnição foi deslocada para atender à ocorrência. Ao chegarem no local, os policiais foram recebidos por disparos de arma de fogo, no revide, os militares atingiram o resistente, que foi socorrido ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde deu entrada, não suportando aos ferimentos e vindo a óbito.

O resistente foi identificado como sendo, Robson da Silva, vulgo Robsão Corta Cabeça, 30 anos, morador do Bairro Liberdade. Robsão era suspeito de participar de vários homicídios recentes na cidade e a promover ataques e toques de recolher nos bairros Liberdade I e II. Robsão tinha passagens pelos presídios de Teixeira de Freitas, Eunápolis e Serrinha.


A reportagem do Liberdade News teve acesso a um vídeo de uma câmera de monitoramento, que mostra a ação do dia 29 de novembro. Segundo a polícia, o o Robsão é o que está com arma na mão atirando. A câmera de segurança filmou o momento que Robsão chega e atira à queima-roupa em Igor Vinicius Ferreira de Jesus Souza, que estava trabalhando como ajudante de pedreiro. Quando foi morto no confronto com a PM Robsão ainda usava a mesma roupa que aparece nas imagens.

A Polícia Militar vai instaurar um Inquérito para apurar as circunstâncias do auto de resistência. O Setor Correcional da PM autorizou a remoção do corpo do HMTF para o Instituto Médico legal (IML) de Teixeira de Freitas para exames de Medicina Legal. Os policiais militares apreenderam com o Robsão, um revólver calibre .38, com seis munições, quatro das quais deflagradas durante o confronto.

Em junho de 2014 Robsão sofreu uma tentativa de homicídio e foi hospitalizado. Na ocasião ele se fez passar por outra pessoa e não ser identificado. Na época já era acusado de ser autor de vários homicídios na cidade. O comando da 87ª CIPM disse que a ação policial representa uma importante resposta de segurança pública e reitera o compromisso de bem servir e proteger a comunidade.

Por: Lenio Cidreira/Liberdadenews

Link curto: https://bit.ly/3rtkDJa

TÓPICOS:
Bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu