Esporte

Advogado se defende de acusações de candidata derrotada nas eleições da OAB-BA

O advogado Fred Andrade rebateu as acusações da vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Bahia (OAB-BA), Ana Patrícia Dantas Leão, sobre uma publicação feita por ele no Instagram, no dia das eleições da entidade

Rastro101
Com informações do Bahia Notícias

29/11/2021 por Redação

Divulgação/Bahia NotíciasDivulgação/Bahia Notícias O advogado Fred Andrade rebateu as acusações da vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Bahia (OAB-BA), Ana Patrícia Dantas Leão, sobre uma publicação feita por ele no Instagram, no dia das eleições da entidade. "Não houve, nem de longe, comunicação direcionada à pessoa de Ana Patrícia", afirmou.

 

A candidata à presidente da OAB-BA acusou o advogado de ter agido de forma raivosa contra ela por represália devido a atuação em um processo familiar que envolveu os dois no passado. Na publicação, o advogado havia postado uma foto do comitê de Ana com a frase  "not dead yet", que significa "ainda não morreu", acompanhada da figura de uma faca.

 

"Nem de longe a expressão "not dead yet" teve direcionamento pessoal a você, Ana Patrícia, ou a Carlos Tourinho. Tanto que foi feita uma referência ao número 52, da sua chapa, e não ao seu perfil ou ao dele. A foto foi a do Comitê Político, alertando que os adversários (políticos) não estavam mortos (num sentido obviamente figurado)", comentou o advogado em grupo de WhatsApp do qual Ana Patrícia faz parte.

 

Fred Andrade, que tem seu perfil no Instagram fechado e usa a rede social apenas para compartilhar momentos em família, com amigos e suas realizações profissionais, esclareceu que "se tratou de uma manifestação política, jamais pessoal, sendo interpretada num contexto distinto, relativo às mensagens e condutas emdash; essas, sim, misóginas e machistas emdash; que lhe foram indevidamente dirigidas por outras pessoas". "Eu registro que não compactuo com a conduta de quem lhe dirigiu mensagens misóginas e machistas. Mas tampouco acho justo que a minha mensagem política seja, agora, interpretada nesse contexto, como se fizesse parte do mesmo balaio", declarou.

 

Na sua postagem, Ana Patrícia cita um processo familiar complexo de que o advogado foi parte, e que já findou há anos. "Você, mais do que ninguém, deveria guardar sigilo, pois teve acesso a eles como advogada e deveria zelar pelo dever de sigilo profissional", ponderou Fred Andrade. "Você me acusa de ter feito aquilo que outras pessoas efetivamente fizeram com você na pós-campanha, alterando levianamente o sentido da minha postagem para encaixá-la num contexto de misoginia e de machismo de que você foi vítima, mas que não me pode ser imputado, em absoluto", finalizou.

Link curto: https://bit.ly/3Dappxn

TÓPICOS:
Bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu