Geral

Festival de Arte Negra de Belo Horizonte lança data e conceito

O evento acontecerá entre os dias 4 e 12 de dezembro, em diferentes espaços da capital, com atividades presenciais e virtuais

Rastro101
Com informações do site O Tempo

26/11/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoA Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Centro de Intercâmbio e Referência Cultural (CIRC), anunciou a data, conceito e identidade visual do Festival de Arte Negra de Belo Horizonte – FAN BH. O evento acontecerá entre os dias 4 e 12 de dezembro, em diferentes espaços da capital, com atividades presenciais e virtuais. O Fan BH tem o tema “Muvuca de Pretuntu” e apresentará, como novidade, a união de artistas diferentes, de linguagens diversas, nas “Muvucas Artísticas”, espaços de criação colaborativa e apresentação de espetáculos inéditos, criados especialmente para o festival.

Vale lembrar que, no último dia 20, Dia da Consciência Negra, foram abertas as inscrições para a Residência Artística Afro Butoh Nzila ti N’gombe, ministrada por Benjamin Abras, com participação de Cátia Costa e Mukanya. O público alvo são adultos, artistas da dança e teatro. A residência é gratuita e são oferecidas 20 vagas, e as inscrições seguem até o dia 27. A aula magna, no dia 6 de dezembro, será realizada de forma virtual, com transmissão por plataforma digital e aberta ao público geral. Já as aulas seguintes, entre os dias 7 e 10, acontecem de forma presencial, durante a programação do festival. Para se inscrever, é necessário preencher o formulário no endereço pbh.gov.br/fanbh.

Buscando transmitir o conceito do tema “Muvuca de Pretuntu” e as relações da cultura Bantu com as tradições negras de Minas Gerais, o Fan BH convidou, para criar a identidade visual dessa edição, o coletivo Minas de Minas Crew e o designer Vinícius Costa. As quatro ilustradoras do grupo criaram uma imagem representando a conexão energética dos pés sobre o chão, com a dança e o movimento referentes às tradições negras, representando a abertura de caminhos e a força de permanência da cultura popular. Já o designer convidado, a partir de referências também da física quântica e da partícula filosófica do “Ntu” africano, buscou formas e símbolos que contemplam a energia e os encontros do evento neste ano.   A identidade visual pode ser conferida no site e nas redes sociais do festival.

A curadoria do Fan BH 2021 é composta pela atriz, cantora e compositora Júlia Tizumba, pelo artista plástico e pesquisador Froiid e pelo cantor e compositor Sérgio Pererê. A direção artística desta edição é de Aline Vila Real, diretora de Promoção das Artes da Fundação Municipal de Cultura.

Sobre a residência Afro Butoh Nzila TiI N’Gombe de Benjamin Abras

Afro Butoh é um campo de pesquisa performativos e filosófico contemporâneo, a arte atua na descolonização através de técnicas advindas da ritualística e filosofias afro diaspóricas brasileiras. Os fundadores são Tatsumi Hijikata e Kazuo Ohno e Yoshito Ohno, com o qual Benjamin Abras teve oportunidade de dançar e dialogar sobre sua pesquisa com Afro Butoh. Dentro da terminologia de Benjamin, o aprendizado envolve a reverberação contemporânea nas tecnologias do corpo, presentes nas tradições do Candomblé, Umbanda, e a Capoeira de Angola, que formam a base de sua pesquisa sobre “motrizes performáticas afro brasileiras”, em especial no eixo Bantu, desenvolvidas por ele ao longo de 26 anos.

Ao longo de 10 anos, o Afro Butoh foi utilizado pelo artista no Brasil, em espetáculos como Madame Satã e Zumbi, e vivenciado na Europa, Ásia e África. Para isso, Benjamin Abras vale-se da ritualidade como ação política, reescrita da memória e desconstrução do corpo institucionalizado, colonizado pelas identidades eurocêntricas. O trabalho oferece aos participantes uma imersão prática filosófica nas danças de Kalunga, na filosofia do Catimbó de preto velho, trabalhando imersivamente em três técnicas: ressonância de Umbanda, educação afro-somática e transe da presença.

 

Serviço

Inscrições para a Residência Artística Afro Butoh Nzila ti N’gombe

Período: Até 27 de novembro

Forma de inscrição: A partir de formulário no endereço pbh.gov.br/fanbh

Link curto: https://bit.ly/3lcogPU

TÓPICOS:
Interessa

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu