Geral

Bolsonaro diz que nova onda de Covid vem aí, mas que não fechará aeroportos

Presidente discutiu com apoiador e afirmou que é preciso aprender a conviver com o vírus

Rastro101
Com informações do site O Tempo

26/11/2021 por Redação

Divulgação/O TempoDivulgação/O TempoO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou a apoiadores na manhã desta sexta-feira (26) que uma nova onda de Covid-19 vem aí, mas que não fechará aeroportos e que a população precisa aprender a conviver com o vírus. Ele chegou a discutir com um apoiador que pedia insistentemente para que o governo determinasse a proibição de voos para o Brasil.

Ao defender suas ações durante a pandemia, ele voltou a criticar as medidas de isolamento e disse que fez sua parte para defender empregos em meio ao cenário de crise na saúde pública.

Trabalhamos de domingo a domingo o tempo todo. E o tempo todo grande parte da imprensa sem noção: ah, genocida, nao sei o quê. Qual a solução?, questionou, completando sobre a nova onda de Covid.

Agora, boa notícia aí: tá vindo uma outra onda aí de Covid. Lamentável. Não vou discutir não, disse o presidente.

Foi neste momento que um apoiador passou a pedir o fechamento de aeroportos. Bolsonaro chegou a bater boca com ele.

Não vai adiantar. Não. Pera aí, que loucura é essa? Que loucura é essa? Fechar aeroporto e virus não entra? Ah, pelo amor de Deus. Já tá aqui dentro, disse.

O apoiador insistia e pedia, por favor, para o presidente não desistir de tentar impedir novas cepas do vírus de chegarem ao país.

Não existe isso, disse Bolsonaro sobre a proibição de voos, e perguntou se era para impedir que aviões vindos do Paraguai pousassem no Brasil (provavelmente em referência ao fato de muitos brasileiros estarem lá em razão da final da Libertadores neste sábado).

O apoiador então defendeu que ao menos fosse impedida a entrada de voos da Europa, onde a situação está pior.

Você está vendo muto Globo, disse Bolsoanro, completando: Pessoal, tem que aprender a conviver com o vírus, infelizmente.

Nos últimos dias, uma nova variante da Covid-19 foi identificada na África do Sul, o que forçou uma reunião de emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS) e fez com que alguns países, como o Reino Unido, restringissem voos vindos do local. Além disso, a Europa enfrenta uma forte onda de Covid que impacta principalmente grandes contingentes de não vacinados em seu território.

O TEMPO agora está em Brasília. Acesse a capa especial da capital federal para acompanhar o noticiário dos Três Poderes.

Link curto: https://bit.ly/32FAKt7

TÓPICOS:
Pandemia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu