Saúde

Curva de transmissão do coronavírus deve ter 'queda profunda' em setembro

Declaração foi feita pelo pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

Informações: Bahia Notícias
20/03/2020 por Redação, atualizado em 20/03/2020 às 17h57 por Redação

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. (Reprodução)Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. (Reprodução)Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta afirmou nesta sexta-feira (20) que a “queda profunda” da curva de transmissão do coronavírus no Brasil deve acontecer somente em setembro.

A declaração foi dada durante videoconferência com empresários, juntamente com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), segundo o jornal Folha de S. Paulo.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
"No mundo ocidental, onde as informações são mais fidedignas [...], fica caracterizado que o vírus tem um padrão de transmissão, [que] ele é muito competente", disse o ministro.

"São Paulo está fazendo o início do seu redemoinho [de transmissão]. A gente imagina que ela vai pegar velocidade e subir nas próximas semanas, 10 dias. A gente deve entrar em abril e iniciar a subida rápida, isso vai durar os meses de abril, maio, junho, quando ela vai começar a ter uma tendência de desaceleração. O mês de julho deve começar o platô. Em agosto, o platô vai começar a mostrar tendência de queda e aí a queda em setembro é profunda, tal qual a de março na China", acrescentou.

Segundo Mandetta, o governo pode ser obrigado a "segurar a movimentação" de pessoas para evitar um colapso no país em abril. "O que é um colapso? Você pode ter o dinheiro, o plano de saúde, mas simplesmente não há sistema para você entrar", explicou.

Link curto: https://bit.ly/2WAqPQf

TÓPICOS:
Coronavírus brasil ministro Da Saúde

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu