Geral

Rompimento de barragem em Minas Gerais deixa 200 desaparecidos, dizem Bombeiros

A barragem que se rompeu pertence à Vale

Informações: G1
25/01/2019 por Redação, atualizado em 25/01/2019 às 18h37 por Redação

Divulgação: Corpo de BombeirosDivulgação: Corpo de BombeirosO rompimento da barragem na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, nesta sexta-feira (25), deixou ao menos 200 desaparecidos, de acordo com o Corpo de Bombeiros. O acidente também provocou ferimentos em quatro pessoas. Um casal e duas mulheres já foram resgatados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII em Belo Horizonte.

A barragem que se rompeu pertence à Vale. Em nota, a empresa informou que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Nas redes sociais, a prefeitura de Brumadinho pediu à população da cidade para manter distância do leito do Rio Paraopeba.

O rompimento da barragem ocorreu na Mina Feijão. A Vale ainda comunicou que havia funcionários no local e que há possibilidade de haver vítimas.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
A lama que foi despejada pelo rompimento da barragem destruiu casas e, de acordo com o G1, pelo menos seis prefeituras alertaram a população para permanecer longe do leito do Rio Paraopeba. Três ministros já foram deslocados até a região de Brumadinho para verificar a situação.

O governo federal deslocou autoridades para a região da cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, após o rompimento de uma barragem da Vale. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto; o ministro de Minas e Energia, almirante Bento Costa Lima de Albuquerque; e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, fazem parte do grupo que foi para o município mineiro.

Uma equipe da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, também foi encaminhada ao local. O presidente Jair Bolsonaro se manifestou por meio do Twitter e disse que "todas as providências cabíveis estão sendo tomadas".

Link curto: http://bit.ly/2B4htk2

TÓPICOS:
Rompimento barragem mg

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu