Saúde

Mortalidade infantil volta a subir na Bahia após 25 anos de queda

O Ministério da Saúde credita a alta mortalidade ao vírus zika e às mudanças socioeconômicas

Informações: G1 Bahia
20/07/2018 por Redação, atualizado em 20/07/2018 às 11h33 por Redação

A taxa ficou acima da média nacional. (Foto: Reprodução/RBS TV)A taxa ficou acima da média nacional. (Foto: Reprodução/RBS TV)Após 25 anos de queda, a taxa de mortalidade infantil aumentou 9,2% na Bahia em 2016, comparado ao ano de 2015, segundo dados divulgados nesta semana pelo Ministério da Saúde.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
Conforme o órgão, o estado teve 18 óbitos infantis a cada mil nascimentos em 2016. A taxa ficou acima da média nacional, que foi de 14 mortes por cada mil nascimentos no mesmo ano.

A partir de 1990, a Bahia, assim como o restante do país, começou a apresentar queda no número de mortes de crianças. Em 1990, o estado registrava taxa de 66 mortes por cada mil nascimentos. Em 2015, a taxa já havia baixado para 16,4.

No país inteiro, houve aumento de 4,8% em 2016 com relação a 2015, quando 13,3 mortes (a cada mil) foram registradas.

O Ministério da Saúde credita a alta mortalidade ao vírus zika e às mudanças socioeconômicas.

Dados recentes do órgão também mostram que a vacinação em crianças, um importante fator para a redução da mortalidade, atingiu o menor nível em 16 anos.

Link curto: http://bit.ly/2Nz7I1s

TÓPICOS:
Mortalidade Infantil aumento bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu