Saúde

17 casos de influenza são registrados este ano na Bahia

3 óbitos foram confirmados em decorrência da doença

Informações do Portal A Tarde
11/04/2018 por Redação, atualizado em 11/04/2018 às 11h46 por Redação

A vacinação é considerada a intervenção mais importante na redução do impacto da influenza.<br />
(Imagem: Reprodução)A vacinação é considerada a intervenção mais importante na redução do impacto da influenza.
(Imagem: Reprodução)
Somente este ano foram registrados 228 casos de influenza em todo o País, sendo 17 na Bahia. Entre eles, 15 casos pelo subtipo A H1N1, com dois deles indo a óbito, e dois por A H3 sazonal, com um óbito. As informações são do último boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

Segundo a Sesab, até março foram notificados 78 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) na Bahia, com oito óbitos, entre eles 16 casos foram confirmados para influenza.
No mesmo período do ano passado, foram notificados 72 casos da doença, com seis óbitos. As medidas de prevenção para o H3N2 são as mesmas que os outros tipos de influenza.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
A transmissão dos vírus influenza se dá por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com boca, olhos e nariz.

Pessoas com o vírus podem sentir calafrios, mal-estar, dor de cabeça, ter febre, tosse ou dor na garganta, dor muscular e nas articulações. Falta de ar, febre por mais de três dias e dor muscular intensa podem ser sinais do agravamento do quadro.

O Ministério da Saúde orienta a população a adotar cuidados simples para evitar a doença, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar aglomerações e ambientes fechados, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Algumas pessoas, como idosos, crianças e gestantes, possuem um risco maior de desenvolver complicações. A vacinação é considerada a intervenção mais importante na redução do impacto da influenza. A campanha nacional destinada aos mais vulneráveis deve começar na segunda quinzena deste mês.

A vacina da gripe disponível no Brasil nesta temporada também protege contra o H3N2. Alguns estados brasileiros já registraram os primeiros casos de infecção pelo vírus, que só nos Estados Unidos atingiu mais de 47 mil pessoas.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, 13 estados brasileiros registraram 57 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) causado pelo influenza.

Link curto: http://bit.ly/2qtCM8X

TÓPICOS:
Influenza mortes bahia

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu