Crimes

Homem é preso acusado de matar a esposa por asfixia em Itabuna

Acusado já tinha sido preso por agredir a vítima em outra oportunidade

Redação com informações do site Verdinho Itabuna
05/03/2018 por Redação, atualizado em 05/03/2018 às 10h12 por Redação

Sandra foi encontrada morta em cima da cama. (Foto: Verdinho Itabuna)Sandra foi encontrada morta em cima da cama. (Foto: Verdinho Itabuna)

Uma mulher de 42 anos foi morta dentro de casa na noite deste domingo (4), no bairro Maria Pinheiro, em Itabuna, região sul da Bahia. O principal suspeito de ter cometido o crime é o marido dela Anailton Marques da Silva, de 33 anos.

Segundo as informações, o corpo da empregada doméstica Sandra Silva Santos foi localizado pelos vizinhos em cima da cama dela. No corpo da vítima, a perícia encontrou várias marcas de espancamento e sinais de que ela tenha sido asfixiada por um objeto, como saco plástico ou um travesseiro.

*** TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ***
Logo após o corpo ser encontrado, um grande número de moradores da localidade se reuniu na casa da vítima, e durante o tumulto um indivíduo parecido com o suspeito foi apontado pela irmã de Sandra. O homem amedrontado se identificou como sendo irmão do acusado e acabou levando a polícia até o local onde Anailton estava.

O suspeito foi preso em flagrante e levado para prestar depoimento, onde declarou ser inocente das acusações. Entretanto foi informado por familiares da vítima, que Anailton tinha sido visto no mesmo dia do crime arrastando a esposa pela rua e agredindo a companheira até chegar em casa. Pouco tempo depois a mulher seria encontrada morta.

Anailton Marques da Silva já tinha sido preso quatro vezes, a última justamente por ter agredido a companheira, ficando detido por cerca de cinco meses e sendo solto por Sandra.

Quanto à motivação do crime, a suspeita é que o acusado tinha descoberto uma susposta traição da esposa enquanto ainda estava na cadeia. A polícia segue investigando o caso.

Link curto: http://bit.ly/2qgGdzu

TÓPICOS:
Feminicídio itabuna prisão

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu