Geral

Estado de Marisa Letícia é irreversível, diz médico

Ela não estaria tendo fluxo cerebral, está sedada e respira com ajuda de aparelhos

Redação com informações Uol
02/02/2017 por Alessandro Granda, atualizado em 02/02/2017 às 08h02 por Alessandro Granda

(Foto: reprodução)(Foto: reprodução)

O quadro clínico da ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Lula se agravou e ela voltou coma induzido nesta quarta-feira, dia 1º, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês. Durante a manhã, a esposa do ex-presidente Lula sofreu de anisocoria, uma condição caracterizada pelo diâmetro desigual das pupilas. O fato revela uma possível hemorragia em uma região importante do tronco cerebral.

Segundo informações da revista Veja, a equipe médica já havia sinalizado uma piora na inflamação cerebral na manhã desta quarta-feira (1). Ainda de acordo com a reportagem, a complicação é provocada por uma hiperemia, aumento da quantidade de sangue circulante em um ponto, tal como sofreu Marisa Letícia, na última terça-feira, dia 24.

De acordo com informações do médico Roberto Kalil Filho na noite de quarta-feira (2), o quadro da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva é irreversível. Ela não estaria tendo fluxo cerebral, está sedada e respira com ajuda de aparelhos. Marisa continua internada na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Em conversa com a Folha de S. Paulo, o cardiologista Roberto Kalil Filho afirmou que só será possível avaliar o estado de saúde de Dona Marisa duas semanas após o acidente vascular cerebral (AVC). "Teoricamente a redução do inchaço começa a reduzir duas semanas após a internação", afirmou.

Link curto: http://bit.ly/2qP6ULM

TÓPICOS:
Marisa Letícia Grave Saúde Boletim Avc

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu