Cidadania

Ferramenta de monitoramento amplia investimentos na produção florestal no sul da Bahia

Programa de monitoramento da cobertura vegetal do Extremo Sul da Bahia fornece informações vetoriais de propriedades produtivas e de áreas de preservação

Alisson Andrade / Agência Vilaça
17/10/2016 por Redação, atualizado em 17/10/2016 às 22h00 por Redação

Os investimentos nas atividades produtivas como silvicultura e pecuária, entre outros, ampliam suas possibilidades de gestão através da classificação do uso do solo. Esse é um dado muito importante para o planejamento do estabelecimento rural, fornecendo informações para a análise da paisagem em diversas escalas. Através desse monitoramento, é possível, por exemplo, identificar áreas elegíveis para restauração florestal e priorizar investimentos visando melhores resultados.

Buscando esse objetivo, o Fórum Florestal do Sul e Extremo Sul da Bahia lança no dia 18 de outubro na UFSB/Campus Porto Seguro, durante o Encontro pelas Águas, o Programa de Monitoramento Independente da Cobertura Vegetal do Extremo Sul da Bahia. Além de ser um registro das atividades produtivas da região, mostra as transições e tendências dos setores entre as diversas atividades produtivas. Os dados vetoriais e mapas do programa de monitoramento estão disponíveis para download gratuitamente no site https://www.igeo.org.br/map através da plataforma de WebSIG IGEO.

O Encontro pelas Águas promoverá nos dias 18 (13h30 às 18h) e 19 de outubro (08h30 às 12h e 13h30 às 18h), palestras, debates e mesas redondas com professores da UFSB, UESC, autoridades e especialistas. As inscrições poderão ser feitas gratuitamente no dia e local do evento.

Mais informações pelo telefone (73) 9 9945-7576. Acesse:
www.dialogoflorestal.org.br

Link curto: http://bit.ly/2qBBb0y

TÓPICOS:
Florestas Silvicultura Pecuária Encontro Pelas águas Monitoramento

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu