Cidadania

Planejamento Rural ganha programa para identificação do uso da terra

Ferramenta visa estabelecer comparativos de produção entre regiões, dando orientação de investimentos ao produtor

Alisson Andrade / Agência Vilaça
11/10/2016 por Redação, atualizado em 11/10/2016 às 20h04 por Redação

(Divulgação)(Divulgação)

Contribuir com a identificação e o mapeamento dos principais usos da terra na região do Extremo Sul da Bahia, permitindo a avaliação do tamanho, forma e a predominância de culturas agrícolas nos últimos 23 anos é um dos principais objetivos do Programa de Monitoramento Independente da Cobertura Vegetal do Extremo Sul da Bahia. O lançamento do programa acontece no dia 18 de outubro, às 13h30, durante o Encontro pelas Águas, na UFSB/Campus Porto Seguro.

A classificação de uso do solo é um dado muito importante para o planejamento do estabelecimento rural, pois fornece informações vetoriais (forma e tamanho) de polígonos de cada local da propriedade.

Também permite comparar a produtividade entre regiões, bacias hidrográficas, tipos de solos, técnicas de produção, entre outras, e orientar o produtor rural quando for investir no seu estabelecimento.

Todos os dados e mapas do programa de monitoramento estão disponíveis para download gratuitamente no site https://www.igeo.org.br/map através da plataforma de WebSIG IGEO.

O Encontro pelas Águas será realizado nos dias 18 e 19 de outubro. Além do lançamento do Programa de Monitoramento Independente, serão realizadas palestras, debates e mesas redondas com professores da UFSB, UESC, autoridades e especialistas. As inscrições poderão ser feitas gratuitamente no dia e local do evento. Mais informações pelo telefone
(73) 9 9945-7576. Acesse: www.dialogoflorestal.org.br

Link curto: http://bit.ly/2qfQImE

TÓPICOS:
Mata Atlântica Natureza Mapeamento Agricultura

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu