Crimes

Estudante passa mal e sofre tentativa de estupro em banheiro de faculdade

Caso foi registrado dentro da UESC na cidade de Ilhéus

Redação com informações do site G1 Bahia
21/06/2016 por Alessandro Granda, atualizado em 21/06/2016 às 09h58 por Alessandro Granda

(Foto reprodução)(Foto reprodução)

Uma estudante do curso de Direito da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) foi vítima de uma tentativa de estupro após passar mal e ter uma convulsão, na última sexta-feira (17), em Ilhéus, na região Sul da Bahia. Conforme informações de testemunhas, a garota estava no banheiro, caiu no chão, um homem entrou para fingir que iria ajudar e tentou assediar a vítima. O fato aconteceu no pavilhão Jorge Amado da universidade.

De acordo com relato de outros estudantes, outra aluna entrou no banheiro e impediu que acontecesse o estupro. A vítima foi retirada do banheiro e socorrida, mas o agressor não foi localizado.A reitoria da UESC informou por nota que os guardas da universidade foram mobilizados, mas não conseguiram encontrar o suspeito. A reitoria está dando todo apoio à aluna e tomando ad devidas providências para solucionar o caso.

A reitora Adélia Pinheiro falou sobre as medidas que estão sendo adotadas. “Ouviremos todos para colher os registros e, a partir daí, provavelmente será instalada uma comissão de sindicância para verificar a situação e tomar providências necessárias no âmbito administrativo. Esta universidade vem se manifestando pelo esclarecimento de ocorrências de violência contra a mulher. Recentemente, instalou comissão para estudar situação e propor medidas no âmbito do conselho superior de ensino, pesquisa e extensão da universidade”, afirmou.

Devido a ocorrência da tentativa de estupro, um grupo de mulheres da universidade decidiu criar a página chamada "Assédio Uesc", em uma rede social, para receber denúncias. "Porque aí as mulheres podem denunciar anonimamente e a gente vai mostrar que existem vários casos acontecendo na universidade que precisam de atenção”, explica a coordenadora do movimento Mulheres em Luta, Karen Ramos.

A estudante Iisabela Cury falou sobre o clima de insegurança entre as mulheres no campus. O banheiro onde a aluna foi encontrada estava sem iluminação. “Não passa nenhuma segurança. Não tem segurança. Não me sinto nem um pouco segura”, conclui a estudante Iisabela Cury.

Link curto: http://bit.ly/2HFK1CK

TÓPICOS:
Tentativa Estupro Uesc Ilheús Reitoria Estudante

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu