Menu

MENU

Início Notícias Agenda Contato
PUBLICIDADE

Publicado: 29/12/2015, por Alessandro Granda Atualizado: 29/12/2015 às 12h59, por Redação

Crimes

"Confessei porque apanhei" disse suspeito de ter atirado no empresário

Jovem participou da reconstituição e negou a autoria do crime em Teixeira de Freitas

Redação com informações site Liberdade News

(Foto site Liberdade News)(Foto site Liberdade News)

A Polícia Civil de Teixeira de Freitas, realizou a reconstituição do crime ocorrido na madrugada do último dia 19 de dezembro que resultou na morte do empresário Vítor Aguiar. A reprodução aconteceu na Rua Tapajós no Bairro Universitário, local onde o empresário foi baleado com um tiro no peito e morreu horas depois no hospital.

Além das autoridades policiais e do Ministério Público, esteve presente Renilton Prachedes Rodrigues, 20 anos de idade, suspeito que foi preso em São Mateus no Espírito Santo, que é vizinho da residência onde ocorreu o crime. Os trabalhos da perícia foram realizados dentro do imóvel e também foi ouvido as versões dadas por pessoas que estavam dentro do imóvel no momento em que o empresário foi baleado.

Após ouvir as testemunhas os trabalhos se concentraram na parte de externa da casa e foi solicitada a presença do suspeito. Ao ser levado para frente do imóvel e na presença de todos veio o momento mais tenso da reconstituição, quando ao ser perguntado pelo perito de onde ele teria atirado, Renilton olhou para o perito e disse que não havia atirado.

Questionado pelo coordenador da 8ª COORPIN Dr. Marcus Vinicius o porquê ele teria assumido o crime, então ele disse "Assumi porque apanhei muito".

Coordenador do Departamento de Polícia Técnica disse que o objetivo da reprodução era esclarecer alguns pontos ainda escuros nas investigações, e que ninguém é obrigado a produzir provas contra si mesmo. Já o representante do Ministério Público revelou que havia apenas sido convidado, e que participou visitando ter uma melhor visão do caso. Vizinhos que acompanharam a reprodução simulada disseram que o jovem é casado, trabalhador e que seria incapaz de cometer o crime.

Veja o momento de retirada do suspeito:


Nosso número do WhatsApp: (73) 9 9910-1023
Através de nosso canal no WhatsApp, você poderá enviar perguntas, sugestões, relatos, além de áudio, fotos ou vídeos que poderão virar notícia no site após apuração de nossa equipe. Fique ligado com a redação do RASTRO101!

Comunicar erro na matéria

COMUNICAR ERRO

Este espaço destina-se apenas à comunicação de erros encontrados em nossos textos. Preencha os campos abaixo informando os detalhes do erro.



PUBLICIDADE

TÓPICOS: Reconstituição Crime Empresário Teixeira De Freitas Suspeito Veja mais
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Estamos nas redes sociais:

PUBLICIDADE

Últimas no Rastro

PUBLICIDADE
  Receba nossas notícias
PUBLICIDADE
Cadastre-se no Rastro101 e receba nossas notícias



  • Quem somos
  • Editorial
  • Privacidade

  • RASTRO101
    © COPYRIGHT 2011-2018 | DR WATSON INFORMÁTICA E PUBLICIDADE LTDA.