Geral

Casemiro Neto comenta prisão do filho: "Quem erra deve ser punido";veja o vídeo

"Não faço pré-julgamentos e espero que tudo seja esclarecido o mais rápido possível”, disse o apresentador

Redação com informações do site Bahia Notícias
17/11/2015 por Alessandro Granda, atualizado em 17/11/2015 às 22h24 por Redação

(Foto reprodução)(Foto reprodução)

O apresentador Casemiro Neto, da TV Aratu, comentou sobre a recente prisão do filho, Rafael Prado, e da nora, Ariana Nasi, no esquema de fraude em licitações públicas estimado em R$ 83 milhões.

"A operação surgiu a partir de relatório com informações fiscais da Sefaz e foi objeto de investigação pela Polícia Civil das empresas envolvidas na sonegação de impostos. Na Operação Aleteia foram expedidos os mandados de busca para coletar informações que serão úteis para continuar as investigações que começaram há três anos com quebra de sigilo bancário e telefônico. As empresas vendiam produtos para prefeituras e Estados a exemplo de material escolar e para escritório", afirmou em coletiva o promotor do Ministério Público Estadual, Luis Alberto Vasconcelos Pereira.

"Eles revendiam produtos diversos, principalmente livros, material escolar e de escritório de péssima qualidade. Existe outro inquérito de licitação de mais de R$ 1 milhão, no qual os produtos não foram entregues aos compradores, ou houve a entrega de produtos piratas", disse o delegado do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Marcelo Sanfront

Casemiro disse na abertura do programa que confia nas investigações da Polícia Federal, mas que “quem erra deve ser punido”. “Em São Paulo, a polícia prendeu o casal Ariana Nasi e Rafael Prado Cardoso. Rafael é meu filho. Tem 36 anos, é um homem, casado, tem vida própria”, disse Casemiro ao falar da Operação Aleteia, que descobriu que dois grupos formavam o esquema, um deles formado por Rafael. “Como pai, eu vou dar todo apoio neste momento difícil para toda a família. Como jornalista, minha postura é a mesma de sempre e que vocês conhecem muito bem. Eu confio na Justiça e vou acompanhar o resultado das investigações. A lei é para todos, o direito à ampla defesa também, e quem erra deve ser punido. Não faço pré-julgamentos e espero que tudo seja esclarecido o mais rápido possível”, disse o apresentador.

Veja o vídeo:

Link curto: http://bit.ly/2qiwtou

TÓPICOS:
Operação Aleteia Pf Casemiro Neto Fraude

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu