Cidadania

Morre em Porto Seguro aos 42 anos o Itapebiense Manchinha

Élcio Encarnação, popular Manchinha, tinha uma doença rara conhecida como Síndrome de Sturge-Weber que calcifica o cérebro. Corpo está sendo velado em Itapebi

Rastro101, com informações do Itapebiacontece
02/08/2015 por Redação, atualizado em 03/08/2015 às 10h46 por Redação

Élcio Encarnação, conhecido como Manchinha, tinha uma doença rara e acabou não resistindo ao quadro de saúde. (Foto: Itapebiacontece)Élcio Encarnação, conhecido como Manchinha, tinha uma doença rara e acabou não resistindo ao quadro de saúde. (Foto: Itapebiacontece)

Depois de duas semanas internado em uma UTI no município de Porto Seguro, o itapebiense Élcio Luiz Alves da Encarnação,
42 anos, não resistiu ao quadro e acabou falecendo na noite do último sábado (1).

"Manchinha", como era carinhosamente conhecido, passou mal e precisou ser internado às pressas. Após vários exames, os médicos o diagnosticaram com "Síndrome de Sturge-Weber”, doença rara que calcifica o cérebro.

Élcio mantinha um estabelecimento comercial em Itagimirim e era reconhecido por ser uma pessoa muito atenciosa e cordial com os clientes. Ele era casado e tinha 3 filhos. O corpo dele está sendo velado na Câmara Municipal de Itapebi, e será enterrado na segunda-feira (3), no Cemitério do Jenipapo, cidade histórica de Itapebi.

Link curto: http://bit.ly/2JAJNx4

TÓPICOS:
Doença Rara élcio

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu