Menu

MENU

PUBLICIDADE

Publicado: 31/07/2015, por Redação Atualizado: 05/08/2015 às 00h54, por Redação

Justiça

Irmão de Rielson Lima estaria sendo ameaçado de morte, diz irmã

Polícia teria interceptado ligação de bandidos que tramavam tirar a vida de Reinaldo Lima, empresário em Porto Seguro e irmão do ex-prefeito assassinado

Redação Rastro101

Irmã de Rielson diz que bandidos teriam planos de matar outro ...

Curta nossa fan page www.fb.com/Rastro101

Posted by Rastro101 on Sexta, 31 de julho de 2015


Durante o protesto que reuniu centenas de pessoas no município de Itagimirim, na manhã da última quarta-feira (29), pedindo justiça e agilidade nas investigações sobre o caso Rielson Lima, assassinado em praça pública em julho de 2014, uma declaração polêmica feita pela irmã do ex-prefeito, Eliade Lima Câmara, deixou a população assustada.

A caminhada percorreu algumas ruas da cidade, e ao passar pela Avenida 13 de Maio, em frente ao local onde Rielson foi morto, Eliade pegou o microfone e falou da tristeza da família em ter perdido uma pessoa tão querida na cidade. Muito emocionada, ela falou ainda sobre o pai de Rielson, que mora próximo à prefeitura e que todas as tardes saia para a porta de casa para ver o filho descer as escadas da prefeitura e ir para a farmácia.

O que mais chocou os manifestantes foi o momento em que Eliade justificou a falta de um dos seus irmãos, o empresário Reinaldo Lima, que não estava presente nas manifestações. Ela leu a mensagem que ele teria enviado para seu celular: "Eu não estarei presente pois a polícia interceptou ligações de bandidos de Itagimirim, contratando pistoleiro para me matar. Mesmo andando com escolta armada, não fui aconselhado a ir".

Rodovia só foi liberada 4 horas depois. (Foto: Rastro101)Rodovia só foi liberada 4 horas depois. (Foto: Rastro101)

Após as declarações, os manifestantes continuaram a caminhada em direção à rodovia. A intenção era fechar a estrada nos dois sentidos, como forma de chamar a atenção, até que as autoridades tomassem conhecimento e entrassem em contato com respostas às reivindicações. Com pneus velhos, manifestantes impediram a passagem dos veículos.

A rodovia só foi desocupada por volta das 15 horas , após uma ligação feita por Ricardo Brito, delegado do Departamento de Polícia do Interior, que falou diretamente com um primo de Rielson, Fernando Santos. (Foto: Rastro101)A rodovia só foi desocupada por volta das 15 horas , após uma ligação feita por Ricardo Brito, delegado do Departamento de Polícia do Interior, que falou diretamente com um primo de Rielson, Fernando Santos. (Foto: Rastro101)

A rodovia só foi desocupada por volta das 15 horas , após uma ligação feita por Ricardo Brito, delegado do Departamento de Polícia do Interior, que falou diretamente com um primo de Rielson, Fernando Santos, dizendo que passaria orientações para a delegada Valéria Fonseca Chaves, coordenadora da 23ª Coorpin, em Eunápolis. O acordo era que houvesse uma continuidade e exclusividade no caso, que é coordenado pela delegada Valéria.

Comunicar erro na matéria

COMUNICAR ERRO

Este espaço destina-se apenas à comunicação de erros encontrados em nossos textos. Preencha os campos abaixo informando os detalhes do erro.



PUBLICIDADE

TÓPICOS: Rielson Lima Assassinato Crime Veja mais
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Estamos nas redes sociais:

PUBLICIDADE

Últimas no Rastro

PUBLICIDADE
  Receba nossas notícias
PUBLICIDADE
Cadastre-se no Rastro101 e receba nossas notícias



RASTRO101
© COPYRIGHT 2011-2017 | DR WATSON INFORMÁTICA E PUBLICIDADE LTDA.