Menu

MENU

PUBLICIDADE

Publicado: 16/04/2015, por Redação Atualizado: 16/04/2015 às 19h49, por Redação

Política 40

Sessão Extraordinária para escolha de mesa diretora é remarcada para o dia 22

Mudança de data para realização de uma nova Sessão aconteceu após encontrar assinaturas de um mesmo vereador em duas chapas distintas.

Redação Rastro101



O adiamento da sessão extraordinária que seria realizada na manhã desta quarta-feira (15), onde ocorreria a eleição e posse para a mesa diretora para o biênio 2015-2016, gerou uma grande confusão em frente à Câmara de Vereadores de Itagimirim.

Confusão na porta da Câmara de Vereadores de Itagimirim. (Foto: Rastro101)Confusão na porta da Câmara de Vereadores de Itagimirim. (Foto: Rastro101)

O presidente interino da Casa de Leis, o vereador Israel Batista Pinheiro, obedecendo a uma decisão de Mandado de Segurança que diz que uma nova eleição deve ser feita dentro de um prazo de 15 dias, remarcou, em tempo hábil, a eleição para uma nova data, pois alegou ter recebido duas cédulas de inscrição com o mesmo nome. Segundo ele, o vereador Derisvaldo da Silva Bonfim, 'Vereador Deris', teria assinado em uma chapa concorrendo como vice-presidente, e depois em outra chapa, já concorrendo como presidente.

Vereador Israel, Presidente interino da Casa, afirmou para a polícia que encontrou duplicidade em assinaturas, por isso remarcou a eleição para uma nova data. (Foto: Rastro101)Vereador Israel, Presidente interino da Casa, afirmou para a polícia que encontrou duplicidade em assinaturas, por isso remarcou a eleição para uma nova data. (Foto: Rastro101)

Os vereadores da chapa da oposição, encabeçada pelo vereador Derisvaldo Bonfim, chegaram e se depararam com as portas da Câmara de Vereadores fechadas, e com um aviso na porta informando a mudança da data para uma nova Sessão

Extraordinária, remarcada para a próxima quarta-feira (22), último dia legal para realização da escolha da nova mesa diretora. O presidente alegou que todos já estavam cientes da mudança, desde a tarde da terça-feira (14).

Os vereadores, Derisvaldo Bonfim, Luiz Carlos 'Luizinho', Vilmar Conrado 'Lindú' e Luiz Guimarães alegaram que não houve registro de nenhuma outra chapa para concorrer contra eles, tendo sido a única chapa registrada dentro do prazo determinado. Eles alegaram ainda que a mudança da data da nova Sessão foi 'para ganhar tempo', já que viram que teriam perdido o vereador Deris, que antes estava 'do outro lado', concorrendo à vice-presidência. O presidente novamente rebateu as declarações, dizendo que tinha em mãos as duas inscrições, mas que não tinha nenhum documento que comprovasse a autenticidade das assinaturas.

Vereador Deris, que concorre ao cargo de Presidente, disse que sua luta é em favor do povo, e que a democracia deveria existir naquele lugar. (Foto: Rastro101)Vereador Deris, que concorre ao cargo de Presidente, disse que sua luta é em favor do povo, e que a democracia deveria existir naquele lugar. (Foto: Rastro101)Um grande número de pessoas se concentrou em frente à Casa de Leis, onde os vereadores ainda esperavam que a eleição fosse realizada naquele dia. Era possível ouvir pessoas gritando para 'arrobar a porta da Câmara'. Policiais Militares de Itagimirim e Itapebi, PEOT de Eunápolis, além da CAEMA, precisaram ser deslocados até o local, pois o clima era de tensão entre os vereadores, representantes do Governo e advogados de ambos os lados. Muitos moradores e curiosos se aglomeraram no local para tentar saber do que se tratava aquele movimento.

Como a porta estava fechada, os vereadores solicitaram à um chaveiro local que abrisse a porta para que fosse realizada a eleição. Um policial informou que mesmo que o chaveiro abrisse a porta, o ato seria o mesmo de um arrombamento, se não houvesse o consentimento do presidente da Câmara.

Advogados de ambos os lados procuravam resolver a situação de forma pacífica. (Foto: Rastro101)Advogados de ambos os lados procuravam resolver a situação de forma pacífica. (Foto: Rastro101)

Vereadores, assessores do governo e advogados de ambos os lados conversaram com o comandante do 3º Pelotão da Polícia Militar, capitão Laurentino, que informou que apenas com uma determinação por escrito do Juiz Otaviano Sobrinho, é que as portas da Câmara de Vereadores poderia ser abertas.

Os vereadores deverão protocolar um novo requerimento até as 12 horas do dia 20/04 na Câmara de Vereadores de Itagimirim.

ÁLBUM
Comunicar erro na matéria

COMUNICAR ERRO

Este espaço destina-se apenas à comunicação de erros encontrados em nossos textos. Preencha os campos abaixo informando os detalhes do erro.



PUBLICIDADE

TÓPICOS: Eleição Câmara De Vereadores Veja mais
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Estamos nas redes sociais:

PUBLICIDADE

Últimas no Rastro

PUBLICIDADE
  Receba nossas notícias
PUBLICIDADE
Cadastre-se no Rastro101 e receba nossas notícias



RASTRO101
© COPYRIGHT 2011-2017 | DR WATSON INFORMÁTICA E PUBLICIDADE LTDA.