Menu

MENU

Início Notícias Agenda Contato
PUBLICIDADE

Publicado: 24/03/2015, por Redação Atualizado: 26/03/2015 às 13h23, por Redação

Economia

Queda em repasses para prefeituras leva prefeito a tomar medidas severas

Até o dia 20 deste mês, queda dos repasses para Itagimirim chegou a R$ 400 mil. Nas cidades de pequeno porte, queda do FPM chegou a 35%

ASCOM / Prefeitura de Itagimirim

Prefeito Rogério Andrade precisou reduzir gastos em todas as secretarias. (Foto: ASCOM)Prefeito Rogério Andrade precisou reduzir gastos em todas as secretarias. (Foto: ASCOM)Desde o início do ano para ca o arrocho nas contas públicas do Governo Federal tem piorado a situação das prefeituras, que já não era das melhores, especialmente aquelas de municípios menores. Para se ter uma idéia de como caiu o repasse do governo federal para os municípios o famoso FPM - Fundo de Participação dos Municípios, só nesse mês de Março a queda foi de mais de 35% nas cidades de pequeno porte, em relação ao mês de Fevereiro, o que significa que até a parcela do dia 20 desse mês a queda foi de aproximadamente R$ 400 mil em Itagimirim.

As Prefeituras pequenas para sobreviver tem que ajustar sua folha, uma vez que o gasto com pessoal não pode ultrapassar a casa de 51%, de acordo o Tribunal de Contas dos Municípios. Os prefeitos estão com a mão na cabeça sem saber o que fazer para conter a população que vive a procura de emprego diariamente.

Em Itagimirim o prefeito Rogério Andrade se reuniu hoje, 24, pela manhã, em regime de urgência, com seus secretários e assessores mais diretos para expô a situação e, juntos encontrar soluções para manter ao menos os serviços

essenciais como saúde, social, educação, limpeza, dentre outros em funcionamento. Também tem a obra da reforma do hospital que não pode parar sob pena de o município não conseguir receber os recursos do Governo Estadual, perdidos desde o ano passado. O prefeito está extremamente preocupado em ser obrigado a promover uma demissão em massa, o que provocaria um colapso na cidade, já que não tem perspectiva de implantação de novas empresas no município para gerar emprego.

Rogério pediu a todos os seus secretários para economizar ao máximo, desde o consumo de energia, água, combustível e outros, tentando assim evitar as demissões ou até mesmo ter que fechar a Prefeitura por alguns dias, diante das circunstâncias atuais. E o pior é que, segundo especialistas, não há nenhuma expectativa de melhoras para esse ano, principalmente com a instabilidade política que se instalou no atual governo federal.

Ascom – Prefeitura de Itagimirim

Nosso número do WhatsApp: (73) 9 9910-1023
Através de nosso canal no WhatsApp, você poderá enviar perguntas, sugestões, relatos, além de áudio, fotos ou vídeos que poderão virar notícia no site após apuração de nossa equipe. Fique ligado com a redação do RASTRO101!

Comunicar erro na matéria

COMUNICAR ERRO

Este espaço destina-se apenas à comunicação de erros encontrados em nossos textos. Preencha os campos abaixo informando os detalhes do erro.



PUBLICIDADE

TÓPICOS: Veja mais
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Estamos nas redes sociais:

PUBLICIDADE

Últimas no Rastro

PUBLICIDADE
  Receba nossas notícias
PUBLICIDADE
Cadastre-se no Rastro101 e receba nossas notícias



  • Quem somos
  • Editorial
  • Privacidade

  • RASTRO101
    © COPYRIGHT 2011-2018 | DR WATSON INFORMÁTICA E PUBLICIDADE LTDA.