Justiça

Sede da AGERBA em Salvador é liberada após 12 horas de ocupação

Negociação durou mais de 3 horas entre representantes de Cooperativas, AGERBA, MPE, e Poderes Legislativo e Executivo de Salvador

Imprensananet
03/06/2014 por Redação, atualizado em 09/06/2014 às 17h51 por Redação

Representantes de diversas Cooperativas ocuparam a sede da AGERBA em Salvador. (Foto: Imprensananet)Representantes de diversas Cooperativas ocuparam a sede da AGERBA em Salvador. (Foto: Imprensananet)

Depois de uma longa negociação que durou mais de três horas entre representantes das Cooperativas de Transporte Alternativo, AGERBA, Ministério Publico Estadual, Poder Legislativo e Poder Executivo a sede da Agencia Reguladora da Bahia é desocupada.

A ocupação que começou às 08hs da manhã desta segunda-feira e durou mais de 12 horas. Com o acordo firmado será obedecido os prazos legais para a regulamentação dos operadores que são organizados em cooperativas e regido pela Federação de Transporte Complementar da Bahia.

Na próxima quarta-feira a AGERBA entregará ao Ministério Publico Estadual o estudo econômico que viabilizará a licitação de mais de 200 linhas a serem exploradas pelas cooperativas. Após esta data o edital com a relação das regiões será publicado no diário oficial no prazo de aproximadamente cinco dias.

Esta é uma vitória importante para milhares de pais de famílias que dedicam suas vidas ao transporte complementar em toda a Bahia. O consenso entre AGERBA e os operadores do transporte complementar deve acabar com uma serie de irregularidades por parte de alguns agentes da entidade, por sua vez a Federação adequará seu filiados para atender as exigências que rege a Lei 11.378.

Negociações entre a AGERBA, Ministério Publico Estadual, Poder Legislativo e Poder Executivo durou mais de 3 horas. (Foto: Imprensananet)Negociações entre a AGERBA, Ministério Publico Estadual, Poder Legislativo e Poder Executivo durou mais de 3 horas. (Foto: Imprensananet)

“Somos 42 cooperativas e temos mais de 1200 profissionais do volante associados em toda a Bahia, nossa busca sempre foi pela regulamentação, já somos reconhecidos pela sociedade e por centenas de empresas que prestamos serviços e agora seremos reconhecidos pelos órgãos competentes com base na lei 11.378/2009”, Nilson de Aurino diretor da Federação das Cooperativas de Transporte Complementar da Bahia.

Álbum de imagens

Link curto: http://bit.ly/2qmZzmF

TÓPICOS:

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE

MAIS NOTÍCIAS DO RASTRO101
menu